Notícias | Dia a dia | US Open
Zverev: 'Quero me tornar um jogador ainda melhor'
29/08/2018 às 09h58

Zverev iniciou parceria com o treinador Ivan Lendl às vésperas da disputa do US Open

Foto: Pete Staples/USTA

Nova York (EUA) - Em seu primeiro jogo desde a parceria com o tcheco naturalizado norte-americano Ivan Lendl, o alemão Alexander Zverev não teve grande trabalho em superou a estreia no US Open gastando somente 1h37 para bater o canadense Peter Polansky, que entrou na chave como lucky-loser.

O jovem germânico reforçou que o objetivo do novo treinador é fazer com que ele evolua ainda mais. “Minha parceria com Lendl vem para que eu possa me preparar da melhor maneira possível para esses tipos de torneio e não é segredo algum que essa é a razão. Quero me preparar melhor para me tornar um jogador ainda melhor”, disse Zverev.

Questionado sobre as condições climáticas desse segundo dia de competições em Flushing Meadows, em que os tenistas reclamaram bastante do calor e da umidade, o atual número 4 do mundo engrossou o coro dos que falaram da dificuldade de se jogar assim

“No começo do ano, na Austrália, vimos uma situação parecida. Antes das partidas precisávamos estar muito bem hidratados para que não sofrêssemos qualquer tipo de problema ou até desmaio”, observou Zverev, que enfrentará outro lucky-loser na segunda rodada, o experiente francês Nicolas Mahut.

Comentários