Notícias | Dia a dia | US Open
Sharapova comemora vitória e lamenta preparação
29/08/2018 às 10h59

Nova York (EUA) - A russa Maria Sharapova estreou no US Open com uma vitória que começou tranquila, mas acabou com susto no final antes dela conseguir concretizar o resultado de 6/2 e 7/6 (8-6) sobre a suíça Patty Schnyder, de 39 anos. A ex-número 1 do mundo comemorou o resultado e lamentou a preparação para o torneio, que segundo a própria não foi a ideal.

“Acho que neste ano não tenho conseguido chegar a eventos como esse com partidas suficientes de preparação. Tenho feito o melhor que posso, mas às vezes o corpo apenas não coopera da maneira que gostaria”, disse a russa, que também chegou em Wimbledon sem conseguir disputar um torneio na grama antes.

Sharapova falou um pouco sobre o reencontro com Schnyder. “Ela ainda tem uma mão incrível, se movimenta muito bem para quem ficou tanto tempo afastada do circuito e é uma jogadora muito competitiva. Posso dizer que levei uns 15 anos para conseguir vencer um ponto contra Patty Schnyder dando uma deixadinha. Isso não acontece muito contra ela”.

Esta foi a oitava vitória da russa em nove jogos contra a veterana suíça, em um embate que não acontecia desde 2008. O reencontro após 10 anos aconteceu no remodelado Louis Armstrong Stadium, que ganhou um breve comentário de Sharapova.

“Tem um pouco mais de barulho do que a maioria dos lugares que costumamos jogar, mas isso faz parte do US Open e você não pode querer fugir do barulho para ser campeã em Nova York e tem que abraçar isso”, descreveu a ex-número 1 do mundo, que agora terá pela frente a romena Sorana Cirstea.

Quer concorrer a um relógio Fossil? Clique aqui e palpite sobre quem vai vencer o US Open!

Comentários
Faberg
Roland Garros Series