Notícias | Dia a dia | US Open
Wawrinka confirma e tenta oitavas contra Raonic
29/08/2018 às 16h03

Com as duas vitórias até então em Flushing Meadows, Wawinka vai pulando do atual 101º para o 87º lugar no ranking

Nova York (EUA) - O segundo teste do suíço Stan Wawrinka neste US Open prometia ser mais tranquilo do que o primeiro, quando encarou o búlgaro Grigor Dimitrov, mas o francês Ugo Humbert, de apenas 20 anos e atual 139 do mundo, que veio do qualificatório e chegou até a tirar um set do tenista de Lausanne, que gastou 3h24 para avançar na competição, triunfando com parciais de 7/6 (7-5), 4/6, 6/3 e 7/5.

Wawrinka terá agora pela frente mais um complicado rival. Em busca de um lugar nas oitavas de final ele medirá forças com o canadense Milos Raonic, que depois de oscilar um pouco na estreia, abusando das duplas faltas, conseguiu fazer um jogo mais firme contra o francês Gilles Simon e venceu sem perder sets, anotando o placar final de 6/3, 6/4 e 6/4, após 2h04 de confronto.

Será a sexta vez que o canadense e o suíço se cruzarão no circuito e a vantagem é toda de Wawrinka com suas quatro vitórias e apenas uma derrota. O solitário resultado positivo de Raonic aconteceu justamente no embate mais recente entre eles, pelas oitavas de final do Australian Open de 2016.

Cabeça de chave 15, o grego Stefanos Tsitsipas voltou a se dar mal contra Daniil Medvedev, que foi para cima do rival após um grave desentendimento durante o Masters 1000 de Miami deste ano, em que o russo alegou ter sido ofendido pelo adversário e ao final da partida foi para cima do oponente e precisou ser contido pelo juiz de cadeira.

Assim como acontecera no primeiro duelo entre eles, Medvedev saiu com a vitória, marcando parciais de 6/4, 6/3, 4/6 e 6/3. O russo enfrentará na terceira rodada o croata Borna Coric, que fez valer a condição de 20º mais bem cotado diante do espanhol Roberto Carballes e triunfou em sets diretos, com 7/6 (7-4), 6/2 e 6/3. Nos três encontros anteriores, o croata venceu dois (Cincinnati 2018 e Next Gen Finals 2017) e perdeu um (Wimbledon 2018).

Quer concorrer a um relógio Fossil? Clique aqui e palpite sobre quem vai vencer o US Open!

Comentários