Notícias | Dia a dia | US Open
Estreante em Slam, 202ª do mundo derruba Muguruza
30/08/2018 às 02h26

Muchova veio do quali em NY e já está na terceira rodada

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Depois de ceder apenas três games em seu jogo de estreia no US Open, Garbiñe Muguruza encaminhava mais uma boa vitória, mas acabou permitindo uma virada incrível e se despediu na segunda rodada do US Open. Em jogo que já começou com horário bastante avançado, e que terminou por volta de 1h da manhã (local), a espanhola perdeu para a 202ª colocada tcheca de 22 anos Karolina Muchova por 3/6, 6/4 e 6/4 em 2h27 de partida.

Algoz de Muguruza, Muchova disputa um Grand Slam pela primeira vez na carreira e sequer havia vencido um jogo de WTA antes de chegar a Nova York. Ela passou pelo qualificatório de três rodadas e depois derrotou a ucraniana de 18 anos e 98ª do mundo Dayana Yastremska em seu primeiro compromisso na chave principal.

Por chegar à terceira rodada do US Open, a tcheca garante a premiação de US$ 156 mil dólares. O valor já supera tudo o que ela tinha acumulado na carreira antes do torneio, com US$ 103 mil no total. Depois de eliminar Muguruza, ex-número 1 do mundo e atual 12ª colocada, Muchova enfrentará outra integrante do top 20. Ela desafiará a australiana de 22 anos e 17ª do ranking Ashleigh Barty, que venceu a canhota tcheca Lucie Safarova por 7/5 e 6/3.

Por sua vez, Muguruza amargou mais uma eliminação precoce no Grand Slam americano. Em seis participações, a espanhola de 24 anos só passou da segunda rodada uma vez, na temporada passada, quando chegou às oitavas de final. Em 2018, ela teve uma preparação para o US Open bastante comprometida por uma lesão no braço direito, que a fez desistir de jogar em San José e Montréal e cair ainda na estreia em Cincinnati, onde defendia o título.

O início de partida sinalizava uma tranquila vitória para Muguruza, que aproveitou duas chances de quebra seguidas para liderar por 5/0. Embora tenha perdido um game de saque, a vantagem construída pela espanhola no início da parcial era suficientemente confortável. Embora tenha feito apenas sete winners no set contra dez de sua adversária, a ex-número 1 do mundo cometeu apenas quatro erros não-forçados.

A reação de Muchova no fim do primeiro set deu confiança à jovem tcheca, que conseguiu jogar um tênis mais agressivo na parcial seguinte. Muchova anotou 17 winners no segundo set, contra apenas nove de Muguruza, e também subiu à rede 17 vezes para conquistar nove pontos. Depois de salvar um break point logo no game de abertura, Muchova quebrou o saque da espanhola na sequência e abriu 3/0. A espanhola buscaria a igualdade no oitavo game, mas voltaria a ter seu serviço quebrado após um par de winners da rival.

Uma quebra logo de cara no set decisivo era tudo o que Muguruza queria para retomar o controle das ações. Não faltaram chances à espanhola de ampliar a vantagem no set decisivo, mas Muchova sobreviveu a quatro break points e confirmou o saque com um ace. Logo na sequência, três erros não-forçados e uma dupla falta da espanhola custaram o empate. Cada vez mais pressionada pelo placar, pelas chances perdidas e até mesmo pela torcida que apoiava a jovem tcheca, Muguruza se perdeu em erros num momento delicado da partida e permitiu mais uma quebra de serviço, que consolidou a maior vitória da carreira de sua algoz.

Também no complemento da rodada desta quarta-feira, Karolina Pliskova conheceu sua próxima adversária no torneio. Ex-número 1 do mundo e atual oitava colocada, a tcheca enfrentará a norte-americana de 19 anos e 65ª colocada Sofia Kenin, que derrotou a grega Maria Sakkari por 4/6, 6/1 e 6/4.

Comentários