Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal vence batalha de 4h e se garante nas oitavas
31/08/2018 às 20h01

Nadal buscou uma difícil virada contra Khachanov

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Depois de duas vitórias tranquilas nas rodadas iniciais do US Open, Rafael Nadal precisou vencer uma batalha de 4h22 para garantir seu lugar nas oitavas de final. O número 1 do mundo e tricampeão do torneio foi bastante exigido pelo russo de 22 anos e 26º colocado Karen Khachanov, que está com o melhor ranking da carreira, e marcou uma difícil vitória com parciais de 5/7, 7/5, 7/6 (9-7) e 7/6 (7-3).

Nadal enfrenta nas oitavas de final o georgiano Nikoloz Basilashvili, que derrotou o canhoto argentino Guido Pella por 6/3, 6/4, 1/6 e 7/6 (7-4). O único duelo anterior foi uma das vitórias mais tranquilas da carreira do espanhol, que marcou 6/0, 6/1 e 6/0 na campanha para o décimo título de Roland Garros no ano passado. Desde então, o georgiano de 26 anos subiu no ranking, aparece atualmente no 37º lugar e conquistou seu primeiro título de ATP em Hamburgo.

Atual campeão em Nova York, Nadal sequer precisa defender os 2 mil pontos do último título para sustentar a liderança do ranking. Basta ser semifinalista para não perder a posição para o segundo colocado Roger Federer. Caso confirme o favoritismo contra Basilashvili, o espanhol pode enfrentar em possíveis quartas de final o austríaco Dominic Thiem ou o sul-africano Kevin Anderson.

Khachanov chegou para o jogo desta sexta-feira sem ter o serviço quebrado no torneio. O jovem russo precisou bastante do saque para escapar de uma quebra logo no segundo game da partida e depois soltou o braço, buscando devoluções profundas para quebrar precocemente o saque de Nadal. O espanhol mudou seu posicionamento nas devoluções e passou a ficar um pouco mais afastado da linha de base. A estratégia acabou prolongando a duração dos pontos, o que favoreceu o líder do ranking mundial, que era o jogador mais sólido do fundo de quadra e conseguiu a quebra no oitavo game.

Quando perdia por 5/4, o russo confirmou o saque de zero. Logo depois, jogou agressivo para forçar dois erros de Nadal antes de conseguir mais uma quebra de serviço. Sacando para fechar, Khachanov enfrentou um longo game e oscilou bastante, mas conseguiu tirar um set de Nadal pela primeira vez em cinco confrontos. O terminou a parcial com oito aces, contra nenhum de Nadal e liderou a estatística de winners por 23 a 8.

Antes do início do segundo set, Nadal precisou de atendimento e foi enfaixado no joelho direito. Mesmo com o tratamento, o espanhol ainda precisava de tempo para recuperar a confiança e seu melhor nível e acumulou erros para permitir mais uma quebra ao adversário. Na sequência, Khachanov ainda salvou dois break points para liderar por 3/1. Mas aos poucos, o espanhol abandonava a postura muito defensiva de outrora e passava a buscar a definição dos pontos. Mais agressivo, o número 1 do mundo buscou o empate no oitavo game, mas teve o serviço quebrado novamente pouco depois.

Khachanov tinha então a chance de sacar para o set e colocar Nadal contra a parede, já que o espanhol só conseguiu três viradas na carreira nas 21 vezes em que perdeu os dois primeiros sets em jogos em melhor-de-cinco. Entretanto, o russo não colocou tantos primeiros serviços em quadra e permitiu que Nadal tomasse a inicativa dos pontos para devolver a quebra. Começou a chover e o jogo foi interrompido por doze minutos, com o placar do set empatado por 5/5, para o fechamento do teto no Arthur Ashe Stadium. Na volta, o atual campeão confirmou o saque rapidamente e contou com duas duplas faltas do russo para voltar a quebrar e fechar a parcial.

Além das chances que deixou escapar no segundo set, Khachanov ainda perdeu três oportunidades de quebra no game de abertura da terceira parcial. Entretanto, o russo não baixou sua intensidade ou mesmo o nível de concentração e conseguiu manter a competitividade ao longo do terceiro set, que não teve quebras. Nadal abriu vantagem no começo do tiebreak graças a duas duplas faltas do adversário e poderia até ter uma margem mais tranquila se não tivesse cometido dois erros não-forçados em pontos dominados por ele. Khachanov salvou dois set points em seu saque e mais um no serviço do espanhol, que recebeu um advertência de tempo pouco antes de sacar. O russo ainda conseguiu escapar de outro set point, mas fez sua terceira dupla falta no tiebreak. O ponto seguinte teve 39 trocas de bola e foi vencido por Nadal, que comemorou muito.

A esperada queda na confiança do russo enfim aconteceu já no quarto set, quando, Nadal venceu doze pontos em treze possíveis para marcar três games seguidos e liderar por 3/1. O espanhol não vinha tendo o saque ameaçado durante a parcial e cedeu apenas dois pontos em seus games de serviço até o momento em que liderou por 5/3. Khachanov confirmou um game de serviço complicado e passou a pressão para o outro lado. Com dois erros, Nadal perdeu a chance de sacar para fechar e teve o serviço quebrado. O russo ganhou confiança, voltou a sacar bem e ainda teve um set point, salvo com maestria. O segundo tiebreak da partida foi muito mais tranquilo para o número 1 do mundo, que não perdeu mais pontos em seu saque e chegou a vencer seis pontos seguidos. 

Khachanov terminou o jogo com 22 aces, contra nenhum de Nadal, e liderou a estatística de winners por 66 a 49. O russo, entretanto, cometeu 55 erros não-forçados contra 38 do espanhol. Cada jogador aproveitou cinco oportunidades de quebra, com 13 break points para Nadal e 11 para Khachanov.

Comentários