Notícias | Dia a dia | US Open
Del Potro destaca concentração em boa vitória
01/09/2018 às 11h12

Del Potro terminou a partida com 41 bolas vencedoras, 12 aces e 80% de aproveitamento com o primeiro saque

Foto: Darren Carroll/USTA

Nova York (EUA) - Um dos pontos fracos do argentino Juan Martin del Potro desde a série de lesões nos punhos, o revés foi bastante exigido no duelo desta sexta-feira contra o espanhol Fernando Verdasco, que por ser canhoto conseguia explorar bem o backhand do rival, que destacou o poder de concentração para conseguir chegar à sua 40ª vitória no ano em sets diretos.

“Foi uma ótima batalha, jogamos três grandes sets. Agradeço ao público eu ficou aqui até quase 1h torcendo por mim. Ele falhou onde não podia falhar e eu mantive a concentração para aproveitar as oportunidades. Foram apenas três sets, mas todos eles muito disputados, o que é normal de se acontecer quando enfrenta um cara do nível de Fernando”, analisou o argentino.

“O fato de ser canhoto dificulta ainda mais para mim, pois é mais fácil encontrar o meu revés e isso me fez correr bastante durante a partida. Acho que bati bem na bola, ainda que em muitos momentos eu estava me defendendo, mas é algo que pode me servir para as próximas rodadas”, complementou Del Potro, o quarto que mais venceu em 2018.

Somente três jogadores conquistaram mais vitórias que Delpo na temporada. O primeiro da lista é p alemão Alexander Zverev e seus 45 triunfos até então, seguido pelo espanhol Rafael Nadal (43) e pelo austríaco Dominic Thiem (41).

Nas oitavas de final do US Open, o argentino medirá forças com o croata Borna Coric em duelo inédito até então no circuito. “Se o físico continuar firme, posso fazer uma grande partida contra Borna. Prevejo um duelo longo, porque é muito difícil encontrar um buraco em seu jogo”, finalizou o argentino.

Quer concorrer a um relógio Fossil? Clique aqui e palpite sobre quem vai vencer o US Open!

Comentários