Notícias | Dia a dia | US Open
Djokovic defende árbitro de polêmica com Kyrgios
01/09/2018 às 14h22

Nova York (EUA) - O sérvio Novak Djokovic foi mais um que se pronunciou sobre a polêmica envolvendo o árbitro de cadeira Mohamed Lahyani e o australiano Nick Kyrgios. Após a vitória sobre o norte-americano Tennys Sandgren, que o garantiu na terceira rodada do US Open, o ex-número 1 do mundo deu seu parecer sobre o ocorrido.

“Eu ouvi sobre o assunto, mas na verdade não vi o que aconteceu e por isso não posso opinar muito sobre o caso. Pelo que sei Mohamed desceu da cadeira e tentou incentivá-lo a jogar melhor, lembrando que ele tem uma responsabilidade para com os fãs. Estou correto?”, começou o sérvio.

“Entendo porque as pessoas, principalmente Herbert, estejam chateadas, principalmente porque um árbitro de cadeira deve ser neutro. Mas todo mundo que conhece Mohamed sabe que ele é bem diferente dos outros, é sempre muito positivo, sorri e tenta trazer essa energia para a quadra. Ele gosta de fazer um show também”, acrescentou Djokovic.

“Conhecendo Mohamed, eu realmente não acho que ele quisesse fazer isso por qualquer outro motivo que não fosse tentar fazer Nick a entender que ele poderia ser multado ou levar qualquer outra pena se continuasse com aquele comportamento”, finalizou o atual número 6 do mundo, que neste sábado enfrentará o francês Richard Gasquet no segundo jogo da rodada noturna do Arthur Ashe Stadium.

Comentários