Notícias | Dia a dia | US Open
Zverev: 'Ainda é cedo para dizer que foi um fracasso'
02/09/2018 às 13h45

Nova York (EUA) - A promissora parceria do alemão Alexander Zverev com o tcheco naturalizado norte-americano Ivan Lendl, iniciada às vésperas do US Open, não colheu frutos imediatos e no primeiro torneio dos dois juntos o jovem germânico não passou da terceira rodada, sendo eliminado pelo compatriota Philipp Kohlschreiber neste sábado.

“É muito cedo para dizer que foi um fracasso, nossa parceria é para médio e longo prazo. É complicado avaliar os resultados de maneira imediata e acredito que eles chegarão na próxima temporada”, analisou o atual número 4 do mundo, que busca com o novo treinador conquistar resultados melhores nos Grand Slam.

“Desde a temporada passada venho focando nos Grand Slam, fui bem em Paris neste ano, mas não consegui o mesmo nos outros. Na Austrália eu perdi para (Hyeon) Chung, que fez um torneio espetacular, em Wimbledon perdi para (Ernests) Gulbis, mas estava me recuperando de lesão”, comentou Zverev, que em Roland Garros disputou pela primeira vez as quartas em um evento deste porte.

“Aqui em Flushing Meadows fui superado por um grande rival que me deu muito trabalho e sabe bem como eu jogo. Mas essa não foi a chave para a derrota. Cometi mais de 50 erros não forçados e isso é muito para vencer um jogo deste calibre”, complementou o tenista de 21 nos, que já tem nove títulos no currículo, sendo três deles de Masters 1000.

Sobre a derrota para Kohlschreiber, ele lamentou ter perdido rendimento durante a partida, lamentou o desempenho na refa final e elogioi o algoz. “Comecei muito bem, vencendo o primeiro set, e no segundo as coisas estavam igualadas. Aí ele fez um grande game para empatar o placar e então eu fui ladeira abaixo”, avaliou.

“Não fiz minha melhor partida da temporada, mas tenho também que dar os méritos a Kohlschreiber, que jogou de forma muito inteligente e mereceu ser o vencedor. Está claro que foi um resultado ruim, mas não foi a primeira derrota dura que sofri nos últimos torneios. Perdi para Robin Haase algumas semanas atrás em Cincinnati e também contra (Stefanos) Tsitsipas em Toronto”, finalizou Zverev.

Comentários