Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal se garante nas quartas e reedita final de RG
02/09/2018 às 16h38

Nova York (EUA) - O espanhol Rafael Nadal deu mais um importante passo na defesa do título do US Open. Neste domingo ele teve pela frente o georgiano Nikoloz Basilashvili, que conseguiu igualar boa parte do jogo com o número 1 do mundo e até venceu um set, sendo derrotado com parciais de 6/3, 6/3, 6/7 (6-8) e 6/4, após 3h18 de confronto.

Nas quartas de final, o espanhol irá rever Dominic Thiem, em uma reedição da última final de Roland Garros. O austríaco derrubou nas oitavas o atual vice-campeão do torneio, o sul-africano Kevin Anderson, e agora enfrentará o campeão do ano passado. Será o 11º encontro entre ele e Nadal e o primeiro fora do saibro, piso sobre o qual o líder do ranking venceu sete e perdeu três.

Pela primeira vez disputando as oitavas de final em um Grand Slam, o georgiano de 26 anos e atual 37 do mundo foi firme nos seus três primeiros games de saque, cedendo apenas um ponto para Nadal. Só que na quarta vez que Basilashvili foi ao saque, ele acabou jogando mal o game e levou uma quebra que definiu o vencedor do primeiro set.

Na segunda parcial, os breaks do número 1 do mundo vieram no primeiro game e no último, abrindo assim confortável vantagem de 2 a 0 no marcador. O canhoto de Mallorca por pouco não saiu fazendo 2/0 na abertura do terceiro set e viu Basilashvili salvar quatro break-points no segundo game, em que encarou um 0-40 logo de cara.

Depois de tanto remar para manter o serviço, o georgiano foi recompensado com uma quebra no game seguinte. Só que a festa não durou muito, já que Nadal tratou de devolver a desvantagem em seguida. Sem novas quebras a definição foi para o tiebreak, em que o espanhol chegou a ter um mini-break de frente em dois momentos diferentes, mas no fim acabou sucumbindo.

Basilashvili não conseguiu aproveitar por muito tempo o bom momento após ter vencido um set contra Nadal e logo no primeiro game do quarto foi quebrado. O canhoto de Mallorca chegou a perder a vantagem, mas conseguiu outra quebra e no fim impôs ao rival sua quinta derrota em sete embates contra top 10.

Os números da partida mostram que mais uma vez o espanhol apostou na consistência, errando menos, mas também anotando menos bolas vencedoras. Basilashvili foi bem superior nos winners e terminou a partida com 56 contra 29 do rival. Em contrapartida, os erros não forçados de Nadal também foram bem controlados, somando apenas 19 frente os 59 do georgiano.

Comentários