Notícias | Dia a dia
Bia joga em Chicago e estreia contra experiente sueca
02/09/2018 às 21h10

Bia tem uma vitória e uma derrota contra Johanna Larsson no circuito

Foto: Divulgação

Chicago (EUA) - Em sua terceira competição depois de voltar de cirurgia nas costas, Beatriz Haddad Maia disputa unm torneio da série de 125k da WTA em Chicago durante a próxima semana. O evento em quadras de piso duro distribui premiação de US$ 150 mil e a campeã receberá 160 pontos no ranking mundial.

Número 1 do Brasil e 130ª colocada no ranking mundial, Bia estreia contra a cabeça 8 do torneio Johanna Larsson. A paulistana de 22 anos tem uma vitória e uma derrota contra a experiente sueca de 30 anos e número 82 do mundo. Bia levou a melhor no saibro de Bol, na Croácia, enquanto Larsson deu o troco nas quadras duras e cobertas de Luxemburgo.

Caso passe por sua primeira adversária, Bia certamente enfrentará uma jogadora vinda do quali nas oitavas, já que duas delas se enfrentam na primeira rodada da chave principal. Em possíveis quartas, a mais cotada é a cabeça 4 alemã e número 70 do mundo Tatjana Maria. A canhota paulista está no mesmo lado da chave da croata Petra Martic e da russa Evgeniya Rodina.

Bia tem sete vitórias em 18 jogos disputados em 2018 por torneios da WTA ou ITF, excluindo os zonais da Fed Cup. A número 1 do Brasil ficou três meses sem jogar, entre o qualificatório para o WTA Premier de Madri, no início de maio, e um ITF em Vancouver em agosto por conta de uma lesão nas costas. Ela passou por cirurgia no final de maio para sanar as dores de uma hérnia de disco lombar.

Depois de alançar o melhor ranking da carreira em setembro do ano passado, quando foi a 58ª colocada, e repetir essa marca em fevereiro, Bia sofreu com lesões. Antes mesmo do problema nas costas, a canhota paulista começou a temporada de saibro abandonando seu jogo de estreia em Charleston por conta de uma lesão no punho esquerdo e passou três semanas sem jogar, antes de atuar em Praga e Madri.

Durante o período em que ficou afastada das quadras, Bia também fez uma mudança em sua equipe de trabalho. Depois de quase três anos treinando no Rio de Janeiro, a paulistana escolheu Florianópolis como sua nova base de treinos para quando estiver no Brasil. Enretanto, o argentino German Gaich continua sendo o técnico da número 1 do tênis nacional.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis