Notícias | Dia a dia | US Open
Thiem destaca rapidez e potência para encarar Nadal
03/09/2018 às 10h15

Thiem acredita que vitória sobre Anderson foi uma de suas melhores partidas da carreira

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Depois de tirar nas oitavas de final o atual vice-campeão do US Open, o sul-africano Kevin Anderson, nas quartas de final o austríaco Dominic Thiem enfrentará o espanhol Rafael Nadal, atual campeão do último Grand Slam da temporada. Será a 11ª vez que eles se cruzam no circuito e por isso o número 9 do mundo já sabe bem qual a estratégia que precisa usar.

“Tenho golpes muito potentes e posso causar danos com eles. A chave vai ser jogar rápido e com potência, mas ao mesmo tempo também não posso cometer muitos erros não forçados. Preciso ser agressivo para competir contra ele e também necessito ter um bom dia e jogar bem”, afirmou o tenista de 24 anos, que pela primeira vez irá desafiar o canhoto de Mallorca fora do saibro.

Sobre a vitória para cima de Anderson, o austríaco explicou que o espaço físico da quadra foi importante para ajudá-lo a desempenhar um bom tênis e acabar com o resultado positivo. “Sabia que ia precisar bem mais atrás do que o normal para ser competitivo contra Kevin e deu certo”, explicou Thiem.

“Foi uma das minhas melhores partidas da minha carreira, jogar em uma quadra grande como a Louis Armstrong me ajudou, já que me permite ficar bem atrás e aproveitar minha potência para jogar de forma cômoda, tomando a iniciativa pouco a pouco. Como o recuo é grande posso jogar mais perecido como se fosse no saibro”, acrescentou o austríaco.

Thiem ainda destacou a importância do aprendizado que teve no ano passado, quando foi eliminado em Flushing Meadows numa virada após abrir 2 sets a 0 contra o argentino Juan Martin del Potro. “Aquele jogo meu doeu muito, estava com tudo dominado e me senti impotente com o público todo apoiando Juan Martin. Não consegui fechar um jogo que estava na minha mão”, lembrou.

Comentários