Notícias | Dia a dia | US Open
Com mais uma boa atuação, Keys chega às quartas
03/09/2018 às 15h28

Keys espera pela vencedora do duelo entre Sharapova e Suárez Navarro

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Com mais uma boa atuação em Nova York, Madison Keys garantiu vaga nas quartas de final do US Open e segue em busca de seu primeiro título de Grand Slam. Finalista da competição no ano passado, a norte-americana passou pela eslovaca Dominika Cibulkova, ex-top 10 e atual 32ª do ranking, com parciais de 6/1 e 6/3 em apenas 1h16 de partida.

A vitória desta segunda-feira manteve o perfeito retrospecto de Keys contra Cibulkova. A norte-americana venceu todos os cinco duelos entre elas e nunca perdeu um set sequer. Também foi a vitória mais tranquila para a atleta da casa diante da rival, considerando o número de games perdidos.

Aos 23 anos, Keys tenta alcançar sua quarta semifinal de Grand Slam na carreira. Para isso, ela terá que superar a vencedora da partida entre Maria Sharapova e Carla Suárez Navarro. A jovem norte-americana venceu os três duelos anteriores contra a espanhola e perdeu na única vez que enfrentou a russa.

A campanha até as quartas já defende 430 dos 1.300 pontos que a norte-americana tem a descontar. Caso ela seja semifinalista, poderá defender 780 pontos. Atual 14ª colocada, Keys alcançou o melhor ranking da carreira no fim de 2016, quando atingiu o sétimo lugar, e pode voltar ao top 10 em caso de título em Nova York.

Depois de conquistar uma quebra no longo segundo game da partida, Keys seguiu arrasadora durante o set inicial. A norte-americana perdeu apenas quatro pontos em seus games de serviço durante a parcial e também foi muito agressiva nas devoluções para vencer 18 dos 33 pontos jogados no saque de sua adversária e conquistar mais uma quebra. A norte-americana fez 15 a 3 em winners durante o primeiro set.

O segundo set também começou tranquilo para Keys, que abriu 2/0 e esteve perto de ampliar a vantagem, mas Cibulkova confirmou o saque e logo depois devolveu a quebra em um game com dois erros não-forçados de forehand da americana. No game seguinte, a eslovaca foi firme do fundo de quadra para forçar os erros da anfitriã.

Quando Keys vivia seu momento mais delicado no jogo, o saque voltou a funcionar e ela confirmou dois games de zero. No intervalo entre eles, a norte-americana também quebrou o serviço da rival com autoridade, chegando a vencer doze pontos seguidos. Com a adversária já vencendo por 5/3, Cibulkova voltaria a pontuar na partida e vendeu caro o game de saque, mas não evitou a derrota. Keys terminou o jogo com 25 a 7 em winners e com 15 erros não-forçados contra 20 da rival.

Comentários