Notícias | Dia a dia | US Open
Cilic passa por Goffin e reencontra Nishikori em NY
03/09/2018 às 19h58

Cilic derrotou Nishikori na final de 2014 em Nova York

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Quatro anos depois de protagonizarem uma final de US Open, Marin Cilic e Kei Nishikori voltarão a se enfrentar em Nova York, desta vez pelas quartas de final. Depois de o japonês ter avançado no início da rodada desta segunda-feira, o croata fez sua parte ao derrotar o décimo colocado belga David Goffin por 7/6 (8-6), 6/2 e 6/4 em 2h23 de partida.

Embora Nishikori lidere o retrospecto por 8 a 6, Cilic guarda boas lembranças da final de 2014 em Nova York, quando venceu seu primeiro e até hoje único título de Grand Slam ao marcar um triplo 6/3 contra o japonês na decisão. Eles se enfrentaram outras duas vezes no US Open, com vitória japonesa em 2010 e croata em 2012.

Prestes a completar 30 anos no fim deste mês, Cilic chega pela quinta vez às quartas de final em Nova York. Além do título há quatro anos, o croata foi semifinalista na temporada seguinte e parou nas quartas em 2009 e 2012. Ele tenta alcançar a sexta semifinal de Grand Slam da carreira.

Cilic aparece atualmente no sétimo lugar do ranking e chegou a ocupar a terceira posição em janeiro, depois do vice-campeonato no Australian Open. O croata de 29 anos já garantiu 360 pontos e, com apenas 90 a defender, pode voltar ao top 5 caso seja semifinalista e receba 720 pontos.

A vitória conquistada nesta segunda-feira foi a terceira de Cilic em seis jogos contra Goffin. Curiosamente, o retrospecto entre eles começou com três vitórias do belga em 2016, enquanto o croata levou a melhor nos três encontros mais recentes entre eles.

Além de disparar 12 aces na partida, Cilic conseguiu mandar nos pontos graças à potência de seus golpes e liderou a estatística de winners por 42 a 19, o que compensou o fato de ter cometido 48 erros não-forçados contra 35 do belga. Ao todo, o croata obteve cinco quebras de saque e perdeu apenas dois games de serviço.

O primeiro set teve uma quebra para cada lado, em que cada jogador aproveitou o único break point que teve. Mas as quebras aconteceram em momentos muito distintos. O belga saiu na frente logo no game de abertura e só havia perdido três pontos em seu serviço até o momento em que liderou por 5/3, mas foi quebrado quando sacava para fechar. Cilic aproveitou o bom momento e ficou à frente do placar durante quase todo o equilibrado tiebreak.

Os sacadores tiveram mais dificuldades no segundo set, que teve cinco break points para cada lado. O croata aproveitou três dessas chances e perdeu apenas um game de serviço. Já no terceiro set, Cilic disparou cinco aces e só perdeu três pontos quando colocou o primeiro saque em quadra. O croata aproveitou uma das chances que teve no quinto game e escapou de um break point no momento em que sacava para o jogo.

Comentários