Notícias | Dia a dia | US Open
Nadal assegura sua permanência como número 1
04/09/2018 às 09h15

Nova York (EUA) - A surpreendente derrota do suíço Roger Federer na noite desta segunda-feira, em que levou a virada do australiano John Millman e caiu por 3 sets a 1, fez com que o espanhol Rafael Nadal garantisse sua permanência na liderança do ranking depois do US Open.

O tenista da Basileia era o único que poderia ameaçar Nadal, mas para isso ele tinha não apenas que vencer o torneio, mas também contar com uma queda do espanhol antes das semifinais. Como isso não aconteceu, o número 1 do mundo seguirá nas mãos do canhoto de Mallorca.

Nadal abre provisoriamente uma vantagem de 1.500 pontos em relação ao seu perseguidor mais próximo, mas pode ampliar a diferença para até 3.140 pontos se conseguir conquistar o bicampeonato. Como consolação para Federer é que ele não perderá a vice-liderança na ATP.

Disputa boa nessa reta final de US Open será pelo posto de número 3, com quatro na briga, mas três efetivamente com chances, já que o austríaco Dominic Thiem precisa ser campeão e contar com uma combinação de resultados para terminar o evento atrás apenas de Nadal e Federer.

O atual terceiro colocado, o argentino Juan Martin del Potro segue na frente e manterá a posição se tiver companha semelhante aos de seus dois principais concorrentes: o sérvio Novak Djokovic e o croata Marin Cilic, que precisam vencer mais uma pelo menos para ultrapassar o alemão Alexander Zverev, o atual número 4.

Quer concorrer a um relógio Fossil? Clique aqui e palpite sobre quem vai vencer o US Open!

Comentários