Notícias | Dia a dia | US Open
Suárez: 'Não poderia ter um aniversário mais feliz'
04/09/2018 às 11h58

Suárez bateu Sharapova e a gora vai enfrentar Keys em busca de uma inédita semi de Slam

Foto: Brad Penner/USTA

Nova York (EUA) - Bem no dia em que completou 30 anos, a espanhola Carla Suárez ganhou de si mesma um grande presente. Ela derrotou a russa Maria Sharapova na abertura da rodada noturna do Arthur Ashe Stadium e carimbou seu passaporte para as quartas de final do US Open, tendo agora pela frente a norte-americana Madison Keys, atual vice-campeã do torneio.

“Quando me levantei já estava pensando na partida e tudo que eu queria era ganhar. Realmente foi um grande presente para mim. Lembro que no ano passado eu joguei neste mesmo dia contra Venus Williams e acabei derrotada. Queria ter um feliz aniversário e consegui, era impossível pensar em uma maneira melhor”, falou a espanhola.

Suárez encerrou um jejum de quase cinco anos sem vencer a russa ex-número 1 do mundo. “Tentei ser agressiva e focar no meu jogo o tempo todo. Ela tem uma velocidade de bola muito alta, então eu sabia que teria que correr e lutar até o final . Acho que fiz um jogo muito completo do começo ao fim e estou feliz com isso”, comemorou a aniversariante.

“Eu sabia que ela nunca tinha perdido uma rodada noturna aqui porque estava vendo sua última partida e disseram isso a TV. Mas hoje as coisas caíram para o meu lado. Maria é uma grande jogadora e para mim é uma das melhores do circuito, por isso ficou muito feliz de poder ter vencido”, disse a espanhola que agora busca chegar às semifinais de um Grand Slam pela primeira vez.

“Precisei jogar apenas dois sets hoje e estou me sentindo muito bem. Foi um dia bem quente, mas jogamos de noite e isso ajuda”, falou Suárez, que já projetou seu próximo confronto. “Madison é agressiva o tempo todo e saca muito bem. Sempre que joguei contra ela foi duro, mas estou bem preparada”, finalizou a atual 24 do mundo.

Comentários