Notícias | Dia a dia | US Open
Millman festeja vitória sobre herói em dia ruim
04/09/2018 às 13h43

Nova York (EUA) - Responsável por uma das maiores surpresas deste US Open, o australiano John Millman comemorou demais sua vitória para cima do suíço Roger Federer. O atual 55 do mundo fez questão de enaltecer o rival e sua importância para o tênis, além de declarar que viu o atual número 2 do mundo longe de seus melhores dias.

“Tenho enorme respeito por Roger e por tudo que ele fez por este esporte, ele é um herói para mim. Provavelmente hoje não estava em seu melhor dia, mas eu tinha que estar firme para poder aproveitar a oportunidade. Ainda não estou acreditando”, festejou o australiano.

“No começo foi bem duro para mim, não estava conseguindo me movimentar e ele estava dominando fácil. Foi assim até que venci o segundo set e então encontrei meu caminho e decidi ser mais agressivo. Acho que saquei muito bem e Roger não estava no melhor dia”, complementou Millman.

Além de elogiar Federer, o australiano destacou ter feito a sua parte para conseguir derrubar o suíço, aproveitando as chances que teve. “A única coisa que eu podia controlar era minha luta interior, algo que fiz toda minha carreira”, analisou Millman, que terá outro páreo duríssimo pela frente na competição.

Pela primeira vez nas quartas de final em um Grand Slam, o australiano de 29 anos medirá forças com o sérvio Novad Djokovic, que o venceu na única vez que se cruzaram até então. O duelo aconteceu neste ano na grama do ATP 500 de Queen’s e ‘Nole’ passou fácil, cedendo apenas três games ao rival.

Quer concorrer a um relógio Fossil? Clique aqui e palpite sobre quem vai vencer o US Open!

Comentários