Notícias | Dia a dia | US Open
Delpo vence batalha de 3h30 para voltar à semifinal
04/09/2018 às 18h41

Del Potro tenta voltar a uma final de Slam depois de nove anos

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Uma batalha de 3h30 sob forte calor nesta terça-feira definiu o primeiro semifinalista do US Open. Juan Martin del Potro prevaleceu diante do norte-americano John Isner. O argentino venceu um duelo de quatro sets contra o anfitrião de 33 anos e 11º colocado com parciais de 6/7 (5-7), 6/3, 7/6 (7-4) e 6/2.

Esta é a sexta semifinal de Grand Slam na carreira de Del Potro, sendo a terceira em Nova York, onde foi campeão em 2009 e parou na penúltima rodada na temporada passada. Em 2018, o argentino de 29 anos e número 3 do mundo também já foi semifinalista no saibro de Roland Garros.

Em busca de sua segunda final de Grand Slam, Del Potro enfrentará o vencedor da partida entre Rafael Nadal e Dominic Thiem. O histórico contra Nadal, número 1 do mundo, é desfavorável com apenas cinco vitórias em dezesseis confrontos. Já diante do austríaco de 25 anos e nono colocado, o argentino venceu os quatro duelos anteriores.

Como era esperado, Isner e Del Potro protagonizaram um duelo de ótimos saques e pontos curtos, definidos em poucas trocas de bola. Além disso, as margens de erro durante a partida eram mínimas e falhas cometidas em momentos cruciais foram determinantes para o resultado final. Isner fez 26 a 14 em aces e liderou a estatística de winners por 67 a 49, mas cometeu 51 erros não-forçados contra apenas 14 do argentino.

O primeiro set seguiu inteiramente sem quebras, sendo que Isner salvou um break point quando o placar estava empatado por 5/5 com um winner de forehand. Até mesmo o tiebreak foi de equilíbrio absoluto e um erro não-forçado do argentino com o backhand num ponto disputado em seu saque custou a perda do set. Isner fez 9 a 4 em aces e 24 a 15 em winners durante a parcial.

Sem enfrentar break points durante o segundo set, Del Potro perdeu apenas três pontos em seus games de serviço na parcial. O argentino criou chances de quebra nos dois primeiros games de saque de Isner e aproveitou a terceira oportunidade que teve. Ainda que Isner tenha liderado a estatística de winners por 12 a 9, Delpo cometeu apenas um erro não-forçado contra 15 do norte-americano.

Ainda que o terceiro set tenha seguido inteiramente sem quebras, a parcial teve duas oportunidades para ambos os lados. Delpo levantou um 15-40 graças a um erro não-forçado do americano e à combinação de um bom saque com uma segunda bola muito agressiva. Por sua vez, Isner enfrentou break points em dois games diferentes.

O novo tiebreak começou com Isner dependendo duas vezes seguidas do segundo serviço, mas vencendo os dois pontos. Justamente quando sacou melhor, o norte-americano se afobou e jogou para fora um forehand, que deixou o argentino em vantagem. Del Potro ampliou sua margem na liderança ao explorar uma subida do anfitrião à rede. Mesmo com Isner salvando um set point com uma ótima devolução de backhand na cruzada, Delpo conseguiu definir a parcial com o saque no ponto seguinte.

Com sensação térmica de 37 graus, os dois jogadores sofriam com o calor e a umidade. Isner sentia um incômodo nas costas, enquanto Del Potro precisou de atendimento para as pernas em uma virada de lado. O argentino abriu 3/0 ao vencer doze dos primeiros quinze pontos jogados e teve chance de abrir mais uma quebra de vantagem, mas não aproveitou. O número 3 do mundo ainda salvou um break point no último set e voltaria a quebrar para definir sua classificação.

Comentários