Notícias | Dia a dia | US Open
'Ficará para sempre na minha cabeça', lamenta Thiem
05/09/2018 às 10h10

Nova York (EUA) - Por pouco o austríaco Dominic Thiem não conseguiu sair do Arthur Ashe Stadium, na noite desta terça-feira, com uma vitória sobre o espanhol Rafael Nadal. Os dois protagonizaram uma grande e disputadíssima partida, definida apenas em 4h48 e após cinco sets. No fim das contas, prevaleceu a maior experiência e categoria do atual número 1 do mundo, que carimbou assim seu passaporte para as semifinais do US Open.

A derrota, apesar do grande desempenho mostrado em quadra, deixou Thiem dividido entre boas e más sensações. “Isso vai ficar para sempre na minha cabeça, não vou conseguir esquecer essa partida. O tênis é cruel às vezes, pois acho que este jogo não merecia ter um perdedor, mas sempre tem que haver um”, lamentou o austríaco de 25 anos e atual número 9 do mundo.

“Estou feliz por tudo o que fiz, mesmo que não tenha dado certo no final. Com certeza estou devastado, mas em alguns dias vou olhar para trás e ver como joguei bem em um Arthur Ashe Stadium lotado em uma grande partida”, complementou Thiem, que batalhou com Nadal até às 2h04 da madrugada desta quarta-feira em Nova York.

O austríaco teve uma arrancada surpreendente e anotou um ‘pneu’ para cima do atual campeão em Flushing Meadows, mas o domínio acabou por aí e os outros quatro sets foram muito equilibrados. “A forma como joguei o primeiro set foi épica. Adoro essas grandes partidas nos grandes cenários e fico feliz de ver tanta gente me apoiando. Foi uma grande noite”, finalizou Thiem, quer terminou este US Open com sua melhor campanha da carreira.

Comentários