Notícias | Dia a dia | US Open
Del Potro comemora ida a mais uma semi de Slam
05/09/2018 às 13h05

Nova York (EUA) - Pelo segundo ano seguido o argentino Juan Martin del Potro alcançou as semifinais do US Open, torneio em que se sagrou campeão em 2009. Ele venceu uma batalha de três horas e meia contra o norte-americano John Isner e agora terá a árdua missão de medir forças com o atual campeão e número 1 do mundo, o espanhol Rafael Nadal.

“Será mais uma batalha como foi em Wimbledon. Enfrentar o número 1 do mundo, seja em qual torneio for, é sempre uma coisa incrível”, comentou Delpo, que foi derrotado pelo espanhol nas quartas no All England Club e perdeu as últimas três partidas entre eles, todas em Slam, caindo na semi do US Open do ano passado e na semi de Roland Garros deste ano.

O argentino leva a pior no retrospecto geral contra o canhoto de Mallorca, tendo perdido 11 e vencido apenas cinco. Contudo, quando são recortados apenas os duelos em quadras duras o equilíbrio é total, com cinco triunfos para cada lado.

“Não sei se estou jogando meu melhor tênis, mas com certeza estou me sentindo bem. Alcancei mais uma semifinal de Grand Slam, o que é ótimo para mim”, destacou a ‘Torre de Tandil’, que destacou o jogo duro que teve com Isner. “Estou muito feliz em retornar às semifinais no meu torneio favorito. Isso é muito especial para mim. Com certeza bater John em uma partida como essas é quase épico, ambos estamos cansados”, comentou.

Para Del Potro, o embate foi equilibrado e ele soube lidar melhor com as situações no decorrer da partida. “Lutamos durante todo o jogo e consegui salvar o saque em alguns momentos importantes. Fiz uma partida bastante sólida, em especial nas devoluções, conseguindo muitas oportunidades de quebra. Acho que joguei de maneira inteligente”, observou o atual número 3 do mundo.

Comentários