Notícias | Dia a dia
Australian Open também estuda tiebreak no 5º set
05/09/2018 às 16h25

Nova York (EUA) - As batalhas como a do sul-africano Kevin Anderson contra o norte-americano John Isner, que duelaram por 6h36 e jogaram 50 games na última parcial, podem estar com os dias contados não apenas em Wimbledon, que desde julho já estuda o assunto, mas também no Australian Open.

Segundo a agência de notícias Reuters, a Tennis Australia pode seguir no caminho da direção do All England Club, que através de um porta-voz disse que o quinto set longo será "revisado e considerado como parte do debate".

Autoridades da Tennis Australia têm recolhido opiniões durante a disputa do US Open, único dos quatro Slam até agora a adotar o tiebreak no quinto set. Entre os ouvidos estão jogadores, ex-jogadores e treinadores. A ideia é colocar um desempate no set final não apenas no masculino, mas também no feminino.

Defensores do tiebreak final acreditam que isso vai ajudar a prolongar a carreira dos jogadores e atrair novos torcedores para o esporte. Os dirigentes dos quatro principais torneios da temporada devem realizar uma reunião em Flushing Meadows nesta semana para discutir as possíveis mudanças.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis