Notícias | Dia a dia | US Open
Melo vinga Soares, faz final e busca o terceiro Slam
06/09/2018 às 16h02

Melo já foi campeão de Wimbledon com Kubot e também venceu em Roland Garros, ao lado de Dodig

Foto: Pete Staples/USTA

Nova York (EUA) - O mineiro Marcelo Melo vingou o conterrâneo Bruno na semifinal do US Open. Ao lado do polonês Lukasz Kubot, ele derrubou o tunisiano Malek Jaziri e o moldávio Radu Albot em uma disputada partida definida em três sets e com o placar final de 7/6 (7-3), 3/6 e 6/3, após 2h45 de confronto.

Primeiros finalistas deste ano em Flushing Meadows, Melo e Kubot esperam agora pela definição da segunda semifinal desta quinta-feira, em que os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah medirão forças com os norte-americanos Joack Sock e Mike Bryan, num confronto que coloca frente a frente os cabeças de chave 5 e 3 respectivamente.

Campeão de Wimbledon no ano passado, ao lado de Kubot, e de Roland Garros em 2015, junto do croata Ivan Dodig, Melo vai em busca de seu terceiro título de Grand Slam em sua primeira final em Nova York. Antes de 2018 as melhores campanhas do mineiro na competição foram as semifinais alcançadas em 2013 e 2014.

O bom desempenho nestas últimas duas semanas não levará apenas a dupla mineiro-polonesa a mais uma decisão de Slam, a segunda dos dois juntos, mas também renderá importantes posições na corrida para o ATP Finals. Antes de começar o US Open Melo e Kubot estavam fora da zona de classificação, mas agora eles ao menos subirão para o oitavo posto, podendo até serem terceiros com o título.

A partida foi equilibrada e definida nos detalhes. O primeiro set terminou sem quebras para ambos os lados e no final os cabeças de chave 7 prevaleceram no tiebreak para abrir 1 a 0. Jaziri e Albot largaram bem na segunda parcial marcando 3/0, tiveram a quebra devolvida no sétimo game, mas em seguida voltaram a anotar um break que os levou ao empate.

No terceiro e decisivo set a definição veio com um solitário break-point convertido pelo mineiro e pelo polonês no quarto game. Eles ainda tiveram uma nova chance de quebra no oitavo, quando os rivais salvaram um match-point, e logo na sequência trataram de fechar o jogo confirmando o serviço.

Comentários