Notícias | Dia a dia | US Open
Djokovic e Nishikori reeditam semi 4 anos depois
06/09/2018 às 18h28

Djokovic lidera o retrospecto por 14 a 2 e venceu os últimos treze encontros contra Nishikori

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - A segunda semifinal masculina do US Open, entre Novak Djokovic e Kei Nishikori, está marcada para não antes das 18h30 (de Brasília) desta sexta-feira e reedita um duelo já ocorrido há quatro anos na mesma fase do Grand Slam norte-americano. Na ocasião, o japonês levou a melhor, mas desde então o sérvio venceu todas. Djokovic lidera o histórico por 14 a 2, além de ter vencido os últimos treze encontros.

Dono de 13 troféus de Grand Slam na carreira, dois deles no US Open em 2011 e 2015, Djokovic busca sua 23ª final em competições deste porte. Em sua 13ª participação no torneio, o sérvio de 31 anos já acumula sete finais. Além disso, o ex-número 1 do mundo e atual sexto colocado pode até terminar a semana de volta ao grupo dos três melhores do ranking.

Já Nishikori tenta voltar à uma final de Grand Slam depois de quatro temporadas. O japonês de 28 anos ficou com o vice-campeonato do US Open em 2014, na única vez em que disputou uma decisão em dos quatro maiores torneios do calendário. Depois de encerrar precocemente a temporada passada por lesão no punho direito, o ex-número 4 do mundo chegou a cair para o 39º lugar e até jogou challengers este ano, mas aparece atualmente na 19ª posição.

A semifinal de 2014 foi o único encontro entre Djokovic e Nishikori em uma edição do US Open. Os dois protagonizaram outros três jogos de Grand Slam, com vitórias do sérvio no saibro de Roland Garros em 2010, no piso duro da Austrália em 2016 e na grama de Wimbledon este ano.

Quem vencer a segunda semifinal encara Rafael Nadal ou Juan Martin del Potro, que se enfrentam a partir das 17h (de Brasília). Djokovic venceu 27 jogos e perdeu 25 contra o espanhol, na rivalidade com maior número de confrontos na Era Aberta do tênis masculino. Diante do argentino, o sérvio lidera o histórico por 14 a 4. Por sua vez, Nishikori tem desvantantagem nos dois possíveis encontros, com duas vitórias em doze jogos contra Nadal e outras duas vitórias em oito jogos diante de Del Potro.

Confira o histórico do confronto entre Djokovic e Nishikori.

2018
Wimbledon (Grama) - Quartas - Djokovic - 6/3 3/6 6/2 6/2
Masters 1000 de Roma (Saibro) - Quartas - Djokovic - 2/6 6/1 6/3
Masters 1000 de Madri (Saibro) - Primeira rodada - Djokovic - 7/5 6/4
2016
ATP Finals (Sintético/coberto) - Semifinal - Djokovic - 6/1 6/1
Masters 1000 de Toronto (Sintético) - Final - Djokovic - 6/3 7/5
Masters 1000 de Roma (Saibro) - Semifinal - Djokovic - 2/6 6/4 7/6(5)
Masters 1000 de Madri (Saibro) - Semifinal - Djokovic - 6/3 7/6(4)
Masters 1000 de Miami (Sintético) - Final - Djokovic - 6/3 6/3
Australian Open (Sintético) - Quartas - Djokovic - 6/3 6/2 6/4
2015
ATP Finals (Sintético/coberto) - Fase de grupos - Djokovic - 6/1 6/1
Masters 1000 de Roma (Saibro) - Quartas - Djokovic - 6/3 3/6 6/1
2014
ATP Finals (Sintético/coberto) - Semifinal - Djokovic - 6/1 3/6 6/0
Masters 1000 de Paris (Sintético/coberto) - Semifinal - Djokovic - 6/2 6/3
US Open (Sintético) - Semifinal - Nishikori - 6/4 1/6 7/6(4) 6/3
2011
Basileia (Sintético/coberto) - Semifinal - Nishikori - 2/6 7/6(4) 6/0
2010
Roland Garros (Saibro) - Segunda rodada - Djokovic - 6/1 6/4 6/4

Comentários