Notícias | Dia a dia | US Open
Americanos encaram Melo e Kubot na final desta 6ª
06/09/2018 às 19h04

Sock e Mike Bryan tentam o segundo Slam seguido da parceria

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Campeões de Wimbledon em junho, Mike Bryan e Jack Sock disputarão mais uma final de Grand Slam. Os norte-americanos garantiram vaga na decisão de duplas masculinas do US Open após a vitória por 6/2, 6/7 (1-7) e 6/4 diante dos colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal na segunda semifinal desta quinta-feira.

Número 1 do ranking de duplas aos 40 anos, Mike Bryan tenta conqusitar o 18º título de Grand Slam da carreira e o segundo sem a presença do canhoto Bob Bryan, seu irmão gêmeo, que se recupera de uma lesão no quadril. No US Open, o veterano norte-americano acumula conquistas nos anos de 2005, 2008, 2010, 2012 e 2014.

Integrante de uma das parcerias mais vitoriosas da história do tênis, Mike Bryan disputará a final de número 180 na carreira e busca seu 120º título de ATP. Além da recente conquista com Sock na grama londrina, o norte-americano tem mais dois títulos sem o irmão, já que também venceu os torneios de Nottingham e Long Island em 2002 ao lado de Mark Knowles e Mahesh Bhupathi.

Por sua vez, Sock disputará sua terceira final de Grand Slam nas duplas e a primeira no US Open. Ele é bicampeão de Wimbledon, com títulos ao lado do canadense Vasek Pospisil em 2014 e de Mike Bryan há quase dois meses. Embora seja o atual número 18 do mundo em simples, Sock não vive boa fase no circuito individual, com apenas seis vitórias na temporada e ocupando o 170º lugar na corrida por uma vaga no ATP Finals.

Bryan e Sock enfrentarão a parceria formada pelo mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot a partir das 13h (de Brasília) desta sexta-feira. Melo, de 34 anos, disputará a quarta final de Grand Slam de sua carreira profissional e busca o terceiro título. O mineiro de Belo Horizonte foi campeão de Roland Garros em 2015, quando ainda atuava com o croata Ivan Dodig, e triunfou na grama de Wimbledon no ano passado, já ao lado de Kubot.

Melo pode dar o 11º título de US Open e o 35º Grand Slam do tênis brasileiro. Maria Esther Bueno tem quatro conquistas em simples nos anos de 1959, 1963, 1964 e 1966, e outras três nas duplas em 1960, 1962 e 1966. Recentemente, Bruno Soares venceu dois títulos de duplas mistas em 2012 e 2014, além de ter sido campeão de duplas masculinas em 2016.

Comentários