Notícias | Dia a dia | US Open
Delpo vence 2 sets, vê Nadal desistir e volta à final
07/09/2018 às 19h31

Argentino volta à decisão depois de nove anos

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Nove anos depois de conquistar seu único título de Grand Slam, Juan Martin del Potro está de volta à final do US Open. O campeão de 2009 venceu os dois primeiros sets da semifinal contra o líder do ranking mundial Rafael Nadal por 7/6 (7-3) e 6/2 antes de o espanhol abandonar por lesão no joelho direito após 1h59 de partida.

Esta será a segunda final de Grand Slam na carreira de Del Potro. No intervalo entre as duas decisões em Nova York, o argentino passou por três cirurgias no punho esquerdo e uma no direito, mas conseguiu se reerguer e está atualmente com o melhor ranking da carreira ao ocupar a terceira colocação prestes a completar 30 anos de idade.

Del Potro marcou apenas sua sexta vitória em 17 jogos contra Nadal. O espanhol havia levado a melhor nos três últimos encontros e o argentino não vencia desde a semifinal olímpica no Rio de Janeiro em 2016. Foi também uma revanche da vitória de Nadal na semifinal do ano passado.

Em busca do segundo título em Nova York, Del Potro enfrentará o vencedor da partida entre Novak Djokovic e Kei Nishikori. O argentino lidera o histórico contra o japonês por 6 a 2, e tem apenas quatro vitórias em 18 jogos contra o sérvio. A final será disputada a partir das 17h (de Brasília) do próximo domingo.

Já o tricampeão Nadal, vencedor em 2010, 2013 e no ano passado, mantém a liderança do ranking mundial. Embora tenha defendido apenas 780 dos 2 mil pontos que tinha a descontar, o espanhol de 32 anos não perde a posição para o vice-líder e principal perseguidor Roger Federer.

O jogo começou com ralis longos e Del Potro assumindo menos riscos. A estratégia poderia não ser tão eficiente no longo prazo, por ser mais adequada às características de Nadal, mas deu resultado no primeiro game da partida com uma quebra logo de cara. No game seguinte, o argentino tentou acelerar o forehand, mas cometeu uma série de erros e permitiu o empate imediato.

Depois de um início claramente tenso, os jogadores começavam a se soltar. O forehand de Del Potro está ficando mais pesado, mas Nadal respondia bem sem se afastar tanto da linha de base. O argentino conseguiu uma importante quebra no nono game, num momento em que o saque do espanhol não foi tão eficiente. Mas quando Delpo sacou para o set, Nadal foi muito eficiente defensivamente e também nas devoluçções de saque e fez o adversário trabalhar por cada ponto. Sem precisar de um winner sequer, o número 1 do mundo salvou dois set points e devolveu a quebra em um game com seis erros não-forçados do argentino.

Nadal ganhou confiança e confirmou o game de saque de zero. No game seguinte, com um winner de devolução e outra incrível bola na corrida, o espanhol ficou a dois pontos de vencer o primeiro set, mas Delpo respondeu com ótimos saques para forçar o tiebreak. Nadal não jogou bem no game-desempate. Perdeu logo primeiro ponto, ficou o tempo todo defensivo e depois cometeu um erro crucial para dar três set points ao argentino. Nem mesmo um lance de sorte, com uma curtinha que tocou na fita e caiu do outro lado da quadra, foi suficiente para reverter o quadro.

Ainda no início do segundo set, Nadal precisou do tempo médico de três minutos para tratar do joelho direito. O espanhol já havia colocado uma bandagem durante uma virada de lado no set inicial e retirado minutos depois. Enquanto o espanhol era frequentemente ameaçado em seus games de serviço, enfrentando nove break points, o argentino só perdeu cinco pontos no saque. Del Potro conseguiu uma quebra no começo da parcial e outra já no oitavo game, antes de Nadal optar pela desistência.

Comentários