Notícias | Dia a dia | US Open
Osaka leva US Open com Serena descontrolada
08/09/2018 às 18h41

Naomi Osaka teve uma atuação irrepreensível, até mesmo diante da grande confusão com Serena

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - A norte-americana Serena Williams jogou mal, foi advertida repetidas vezes por instrução, quebra de raquete e ofensa à arbitragem. Sem nada a ver com a polêmica, a japonesa Naomi Osaka, de apenas 20 anos e em sua primeira final de Grand Slam, faturou neste sábado o US Open, ao anotar as parciais de 6/2 e 6/4.

A confusão começou quando Serena levou advertência por instrução logo no começo do segundo set, mas jurou inocência. Três games depois, perdeu o saque e arrebentou a raquete, perdendo então todo um ponto. Voltou ao discutir e, no intervalo, discutiu rispidamente com o árbitro Carlos Ramos e alegou ter sido 'roubada'. Com a ofensa, perdeu todo o game e viu Osaka fazer 5/3. Chamou o supervisor, caiu em lágrimas e o público veio junto com muitas vaias.

Apenas com 20 anos, Osaka se torna a primeira japonesa a conquistar um título de simples de Grand Slam e a segunda asiática, seguindo os passos de Na Li. Sua notável campanha neste US Open inclui uma 'bicicleta' sobre Aliaksandra Sasnovich na terceira rodada, uma dura vitória sobre a também novata Aryna Sabalenka e uma fácil vitória em cima da atual vice-campeã Madison Keys.

Esta foi a segunda vitória em cima de Serena, de quem confessou ser fã desde a infância. As duas haviam se cruzado na primeira rodada de Miami, em março, dois dias depois de Osaka ter faturado seu primeiro título de peso no Premier de Indian Wells.

Além de embolsar US$ 3,8 milhões, Naomi sai do atual 19º posto e irá debutar no top 10, atingindo a sétima posição na lista da próxima segunda-feira. Serena por sua vez avança do 26º para o 16º.

Serena perde assim a segunda chance consecutiva de conquistar o 24º troféu de Slam, como acontece na final de Wimbledon diante de Angelique Kerber. Ela também tentava ser a quarta mãe da Era Profissional a faturar um troféu desse quilate.

Osaka teve uma atuação impecável ao longo do primeiro set, ao mesmo tempo que via a hexacampeã com pouca paciência e muita imprecisão. A japonesa cometeu apenas cinco erros contra 13 e chegou a ter 5/1. Com 78% de acerto de seu ótimo primeiro saque, salvou então dois break-points e em seguida fechou o set com autoridade absoluta.

Serena levou advertência por instrução logo no começo do segundo set, mas jurou inocência. Menos afoita, conseguiu a primeira vantagem importante com quebra num longo quarto game, mas imediatamente foi quebrada cometendo no caminho sua sexta dupla falta. Destruiu a raquete e foi penalizada com 0-15 no game seguinte, e aí esbravejou com maior veemência contra Ramos.

Sem nada a ver com a polêmica, Osaka continuou batendo firme, tentando tirar Serena do meio da quadra, e foi recompensada por nova quebra e 4/3. Aì ganhou um game sem esforço com a nova advertência, viu Serena encostar com 5/4 e teve enorme tranquilidade para sacar novamente com grande competência e fechar a partida.

Comentários