Notícias | Dia a dia | US Open
Wild destaca controle mental na busca do título
09/09/2018 às 09h59

O paranaense Thiago Wild pode levantar neste domingo o 36º título Grand Slam do tênis brasileiro.

Foto: Pete Staples/USTA

Nova York (EUA) - Neste domingo às 13h o paranaense Thiago Wild tentará ser o segundo brasileiro a conquistar um título de Grand Slam na chave individual do juvenil. Ele enfrentará o italiano Lorenzo Musetti em busca do 13º título de US Open do país.

O tenista de 18 anos explicou que o controle emocional foi fundamental em sua campanha. “Tenho crescido bastante na parte mental, que foi sempre no que pequei em quadra. Acho que isso tem me ajudado bastante a manter um belo nível de tênis e a sequência”, afirmou.

“Gostaria de chamar todo mundo para torcer na final e quem sabe trazer o título do US Oen para o Brasil”, complementou Wild, que tenta se juntar ao alagoano Tiago Fernandes, campeão do Australian Open de 2010.

Outros cinco chegaram em finais e ficaram com vices: Edison Mandarino (1959), Thomaz Koch (62 e 63) e Luis Felipe Tavares (67), em Roland Garros; Ivo Ribeiro (1957) e Ronald Barnes (59), em Wimbledon.

Técnico do paranaense, Arthr Rabelo também celebrou a campanha. “Ele foi muito bem hoje, jogou um tênis absurdo, conseguiu expressar tudo que sabe. São cinco anos nessa batalha viajando para torneios juvenis e terminar assim numa final de grande Slam, no último dele, é incrível”.

Comentários