Notícias | Dia a dia | US Open
Toni Nadal diz entender Serena, mas critica postura
11/09/2018 às 10h25

Madri (Espanha) - A repercussão do ocorrido na final feminina do US Open, em que Serena Williams chegou a ser punida com a perda de um game depois de uma série de discussões com o árbitro de cadeira, o português Carlos Ramos, atingiu todo o mundo e até mesmo Toni Nadal, tio e ex-técnico do espanhol Rafael Nadal se pronunciou sobre o assunto.

Em uma coluna no El País, o treinador mostrou entender o descontentamento de Serena no momento, mas criticou a postura da ex-número 1 do mundo na partida. “É uma pena que no dia seguinte à final feminina do US Open o destaque na capa dos jornais seja uma situação desagradável para os fãs de tênis e não muito esportiva”, escreveu o tio Toni.

“Serena não teve seu melhor dia em nenhum sentido, é claro. Ela recebeu um aviso porque seu treinador lhe deu instruções, outro por quebrar a raquete e, finalmente, Carlos Ramos lhe tirou um game por causa da reclamação e do ataque de irracionalidade”, pontuou o treinador espanhol, que salientou ter sido chamado a atenção várias vezes em jogos do sobrinho.

“Dá para entender que o momento era de muita intensidade e o jogador pode se sentir impotente numa situação assim, ainda mais em uma final. O que é difícil de entender é como uma atleta da magnitude e do prestígio da norte-americana não consegue controlar seus nervos na quadra e se deixar se levar por suas emoções”, complementou Toni.

Comentários