Notícias | Dia a dia
Promessa do tênis americano tenta seu primeiro WTA
15/09/2018 às 09h44

Anisimova entrará no top 100 na lista de segunda-feira

Foto: Divulgação

Hiroshima (Japão) - Saída do qualificatório, a prodígio norte-americana Amanda Anisimova, que completou 17 anos há duas semanas, está perto de seu primeiro título de nível WTA. Neste sábado, ela derrotou a cabeça 1 da semana, a chinesa Shuai Zhang, por 7/6 (7-4) e 7/5.

Anisimova é a tenista mais jovem a decidir um WTA desde Donna Vekic, então 16 anos em Birmingham de 2013, e a terceira nascida em 2001 a tentar um título nesta temporada e a entrar para o top 100 na lista da próxima segunda-feira.

"Zheng foi uma das mais adversárias mais difíceis contra quem já joguei e o jogo foi muito apertado, precisei lutar por cada ponto", analisou Anisimova, que ficou quatro meses afastada das quadras entre março e julho devido a uma fratura no pé sofrida em Miami. Desde sua volta ao circuito em San Jose, ganhou 12 de 15 jogos.

Para atingir sua quarta vitória sobre uma top 50, Anisimova revelou uma tática pouco usual: "Não recebi qualquer informação sobre ela antes da partida, então apenas me foquei no meu próprio jogo, como sempre faço, e encontrei seus pontos frágeis conforme a partida avançou".

O jogo foi paralisado duas vezes devido ao mau tempo e viu Zhang sacar para o primeiro set. A norte-americana mostrou frieza e diz que isso vem da mãe Olga. "Ele é muito forte na parte mental e eu aprendo muito com ela todos os dias".

Sua adversária deste domingo será a cabeça 2 Su-Wei Hsieh , que precisou ganhar duas vezes. Primeiro, tirou a australiana Ajla Tomljanovic, por 4/6, 6/2 e 6/0, e depois superou a chinesa Qiang Wang, 6/4 e 6/4. Anisimova, que venceu a taiwanesa em novembro, promete jogar solta: "Irei à quadra para lutar e me divertir", garante.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis