Notícias | Copa Davis
Com vitória nas duplas, França volta à final da Davis
15/09/2018 às 11h27

Benneteau e Mahut definiram a classificação francesa

Foto: Divulgação

Lille (França) - Dez vezes campeã da Davis e atual detentora do troféu da centenária competição, a França está de volta a final. Jogando em casa no confronto contra a Espanha na semifinal, disputado em quadra dura e coberta em Lille, os franceses definiram a série por 3 a 0 depois da vitória de Nicolas Mahut e Julien Benneteau nas duplas contra Feliciano López e Marcel Granollers por 6/0, 6/4 e 7/6 (9-7) em 2h03.

Esta será a 19ª final de Copa Davis para o tênis francês, a segunda consecutiva e a terceira nas últimas cinco edição, já que o país também disputou a decisão em 2014, quando perderam para a Suíça de Roger Federer e Stan Wawrinka, também em Lille, mas no saibro.

As finais da Copa Davis estão marcadas para acontecer entre os dias 23 e 25 de novembro. Os franceses podem ser novamente anfitriões caso enfrentem a Croácia na decisão. Já na possibilidade de um confronto contra os Estados Unidos, a equipe norte-americana jogaria em casa.

Benneteau está na última temporada de sua carreira profissional aos 36 anos e marcou sua oitava vitória em doze jogos de duplas na Davis. Ele também acumula três vitórias e quatro derrotas nas vezes em que atuou em simples. A partir do ano que vem, ele será capitão do time da Fed Cup.

Por sua vez, Mahut marcou sua oitava vitória em dez jogos de duplas na Davis. Mesmo sem seu parceiro habitual, Pierre Hugues-Herbert, o experiente jogador de 36 anos manteve seu excelente retrospecto recente e marcou sua sexta vitória seguida nas duplas pela competição.

O primeiro set foi arrasador para os franceses, que conquistaram três quebras de serviço e perderam apenas quatro pontos durante a parcial. Na parcial seguinte, a equipe da casa seguiu sem enfrentar break points e aproveitou a única chance de quebra que teve, ainda no início da disputa.

Já no terceiro set, os espanhóis começaram vencendo por 3/0, mas permitiram a quebra no sétimo game e o empate na sequência. Naquele momento, os franceses haviam vencido 12 pontos em 14 possíveis para igualar a disputa. O time da casa ainda teve uma chance de quebra antes do tiebreak, mas só passaram à frente mesmo no game-desempate e definiram a vitória com winner de devolução no terceiro match point.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series