Notícias | Copa Davis
Britânicos passam à frente, Hewitt vence nas duplas
15/09/2018 às 15h05

Hewitt jogou ao lado de John Peers neste sábado

Foto: Divulgação

Glasgow (Escócia) - A equipe britânica da Davis voltou a liderar o confronto contra o Uzbequistão pela repescagem da competição. Favoritos para o jogo de duplas, Dominic Inglot e Jamie Murray venceram a parceria formada por Denis Istomin e Sanjar Fayziev por 4/6, 7/6 (10-8), 6/2 e 6/3.

Com o resultado, os britânicos lideram por 2 a 1 a série disputada em quadra dura e coberta em Glasgow. O quarto jogo do confronto acontece às 8h (de Brasília) deste domingo e envolve o jovem anfirião de 23 anos e 70º do ranking Cameron Norrie e o 60º colocado uzbeque Denis Istomin. Ambos perderam os jogos da última sexta-feira. Um eventual quinto jogo pode envolver Daniel Evans e Jurabek Karimov.

Quem respirou na Davis foi a Austrália, que reduziu a diferença no duelo contra a Áustria no saibro de Graz. O veterano Lleyton Hewitt se juntou a John Peers para vencer o jogo de duplas contra Jurgen Melzer e Oliver Marach por 6/1, 6/4, 3/6 e 7/5. Aos 37 anos, Hewitt acumula 42 vitórias em simples e 17 em duplas na Davis. Ele não disputava a competição desde 2016.

A rodada de domingo começa às 6h. Número 8 do mundo e principal jogador austríaco, Dominic Thiem tenta selar a vitória de seu país. Ele encara o jovem australiano de 19 anos e 38º colocado Alex De Minaur. Se necessário, o quinto jogo acontece na sequência. A Áustria tem Dennis Novak e os irmãos Jurgen e Gerald Melzer à disposição, enquanto os visitantes podem escalar Jordan Thompson ou John Millman.

Hungria e Suécia na frente - A Hungria e a Suécia também lideram seus confrontos por 2 a 1. Jogando em casa, no saibro de Budapeste, os húngaros passaram à frente da República Tcheca com a vitória nas duplas de Gabor Borsos e Peter Nagy sobre Roman Jebavy e Lukas Rosol por 3/6, 4/6, 6/1, 6/2 e 6/4. Já a Suécia contou com o veterano duplista Robert Lindstedt, que se juntou a Markus Eriksson para vencer os anfitriões suíços Antoine Bellier e Luca Margaroli por 6/2, 6/2 e 6/4.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series