Notícias | Copa Davis
Na despedida de Nestor, Canadá perde nas duplas
15/09/2018 às 18h41

Ao lado de Pospisil, Nestor fez o último jogo de sua carreira profissional

Foto: Divulgação

Toronto (Canadá) - No jogo que marcou a despedida de Daniel Nestor do circuito mundial, o Canadá não conseguiu definir a vitória contra a Holanda na série válida pelos playoffs do Grupo Mundial da Copa Davis. Anfitriões na quadra dura e coberta em Toronto, Nestor e o compatriota Vasek Pospisil perderam para Matwe Middelkoop e Jean-Julien Rojer por 4/6, 6/3, 6/4 e 6/4.

O Canadá segue na liderança da série, agora com 2 a 1 no confronto. Quem pode definir o confronto é Milos Raonic. O número 20 do mundo entra em quadra às 14h (de Brasília) deste domingo para enfrentar o 44º colocado holandês Robin Haase. Se necessário, o quinto jogo deve envolver Denis Shapovalov e Thiemo de Bakker.

Nestor jogou até os 46 anos, foi número 1 do ranking mundial de duplas e conquistou 91 títulos de ATP na modalidade. Dono oito troféus de Grand Slam nas duplas masculinas, o canhoto canadense venceu o Australian Open de 2002 e o US Open de 2004 com Mark Knowles, também foi bicampeão de Wimbledon em 2008 e 2009 com Nenad Zimonjic, além de mais quatro conquistas no saibro de Roland Garros.

A trajetória de Nestor na Davis na Davis também é bastante vitoriosa. O canadense estreou na Davis em 1992 e serviu a seleção por 25 anos, um recorde para seu país. Ele também quem disputou o maior número de confrontos, com 53 ao todo, recordista de vitórias no geral com 48 e em duplas com 33. Com 15 vitórias em simples, é o segundo canadense que mais venceu, atrás apenas de Sébastien Lareau, que venceu 17 jogos.

A dupla canadense conquistou uma quebra logo no game de abertura e sustentou a vantagem até o fim do primeiro set, mas depois não conseguiu mais quebrar o serviço dos holandeses. Rojer e Middelkoop largaram com 3/0 no segundo set e salvaram dois break points para empatar a partida. No terceiro set, os anfitriões também perderam o saque ainda no início e não aproveitaram a única chance de quebra que tiveram. Uma quebra no sétimo game do quarto set deixou os holandeses perto da vitória. A dupla do Canadá teve um break point quando os rivais sacavam para o jogo, mas não conseguiu buscar o empate.

Comentários
Faberg
Roland Garros Series