Notícias | Dia a dia
Federer: 'Djoko ainda não está jogando seu melhor'
18/09/2018 às 11h22

Djokovic chegou aos 14 Grand Slam no US Open

Foto: Arquivo

Chicago (EUA) - Campeão dos dois últimos Grand Slam da temporada, levantando as taças de Wimbledon e do US Open, o sérvio Novak Djokovic vem mostrando um tênis firme e consistente outra vez, mas segundo o suíço Roger Federer, ele ainda tem boa margem de melhora.

O atual vice-líder do ranking acredita que ‘Nole’ está longe do seu ápice no circuito. “Acho que ainda há mais para vermos de Novak. Não o vejo ainda tendo alcançado sua melhor forma desde a lesão”, comentou o tenista da Basileia em evento da Andy Roddick Foundation.

“Ele está jogando muito bem, mas acredito que anos atrás, quando estava no seu melhor momento, ele estava melhor, pois era virtualmente imbatível. Por isso aposto que ainda possa crescer mais, o que é muito positivo”, complementou o suíço, que terá Djokovic ao seu lado na Laver Cup.

Se no ano passado a estreante competição, que coloca frente a frente o time da Europa contra o do Resto do Mundo, teve a tão sonhada dupla de Federer com Nadal, neste ano a expectativa é que o suíço possa encarar uma parceria com Djokovic.

Companheiro de equipe desta vez do sérvio, Federer destacou a importância do 14º Slam conquistado por Djokovic n último US Open. “Novak tem ainda muito a fazer e igualar uma marca de Pete Sampras é um feito e tanto. Aquele recorde parecia imbatível alguns anos atrás”, comentou o suíço.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis