Notícias | Dia a dia
Federer e Djokovic garantem: rivalidade continua
22/09/2018 às 09h35

Federer acredita que Laver Cup fortaleceu relacionamento com Djokovic

Foto: Site oficial

Chicago (EUA) - Roger Federer e Novak Djokovic se juntaram pela primeira vez do mesmo lado da quadra. Donos de 34 títulos de Grand Slam, com jogos memoráveis entre si, os dois perderam nas duplas no primeiro dia da Laver Cup, mas dizem ter se divertido em quadra e apreciado o momento histórico.

"Jogar duplas é completamente diferente do que estamos acostumados", afirmou Federer. "É uma linguagem distinta, você usa outra parte de seu cérebro. Além disso, parece que você nunca atinge o ritmo adequado. Claro que estou triste, queria me manter invicto na Laver Cup para sempre", brincou.

"Foi muito divertido, sem dúvida. Uma grande experiência", afirmou Djokovic. "Queríamos ganhar, mas eles reagiram com golpes incríveis lá do fundo. A verdade é que nunca joguei muitas partidas de duplas em minha carreira, tudo se passa muito rápido, ainda mais diante de adversários que sacam tão forte e mal dão tempo de ler seu jogo", comentou sobre a boa atuação de Jack Sock e Kevin Anderson.

Sobre o inusitado lance em que deu uma bolada nas costas do parceiro, o sérvio contou: "Tentei me desculpar rapidamente e minutos depois recebi meu karma quando Sock me deu uma bola no peito", afirmou entre risos. "Foi muito bonito jogar junto com Roger, me diverti o tempo inteiro. Conversamos sobre várias estratégias a cada virada de lado".

Há um ano, também na Laver Cup, Federer jogou outra partida histórica de duplas ao lado de Rafael Nadal. "Os dois são jogadores completamente distintos, mas também os adversários eram diferentes. Quanto à emoção, acho que foi muito parecido, fazer dupla com um tenista da categoria de Nole. Minha rivalidade com ele permanece, sempre vou querer ganhar dele, mas nossa relação se fortalecerá depois destes dias". E Djokovic completou: "Temos um grande respeito um pelo outro e o tempo que estamos passando juntos aqui é diferente de tudo. Mas isso não vai diminuir a rivalidade", sorriu.

Djokovic descartou totalmente a ideia de seguir uma carreira como duplista. "Não vou jogar duplas em Grand Slam. Meu corpo não estaria de acordo. Preciso me concentrar na minha carreira de simples, pegar todas as oportundiades. Mas pode ser que o faça em outros torneios".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis