Notícias | Dia a dia
Tenistas gostaram de punição a juiz, diz Djokovic
23/09/2018 às 12h26

Djokovic elogiou atuação de Anderson

Chicago (EUA) - A suspensão de duas semanas imposta a Mohamed Lahyani por ter tido uma conversa com Nick Kyrgios durante o US Open fora da cadeira de arbitragem agradou a maciça maioria dos tenistas do circuito.

Quem contou isso foi Novak Djokovic, durante entrevista oficial da Laver Cup. Questionado se a pena não teria sido exagerada, ele ironizou: "Muito dura? Pode ser, mas acho que será positivia porque mostra consequências quando alguém comete um erro", assinalou.

"Os jogadores estão contentes ao ver que também há multas e penalizações aos árbitros, isso demonstra que o sistema vai nas duas direções. Gosto de Mohamed, estou triste por ele, mas os jogadores ficaram contentes", reforçou.

Um dos mais respeitados juízes de cadeira do circuito, o sueco tomou atitude inusitada durante o US Open. Ao ver falta de empenho de Kyrgios, ele desceu da cadeira e teve uma conversa particular com o australiano, em que aparentemente queria saber se o tenista estava com algum problema físico e avisá-lo de que poderia ser punido por falta de competitividade. Kyrgios se animou e venceu a partida.

Sobre sua nova derrota em Chicago, Djokovic considerou normal. "Fiz tudo que pude diante de (Kevin) Anderson, mas ele jogou de forma incrível, não pude fazer nada melhor. Estou adorando cada partida, a atmosfera da Laver Cup. Todos estamos tentando fazer o melhor dentro de quadra".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis