Notícias | Dia a dia
Federer quer levar a Laver Cup para novos lugares
24/09/2018 às 11h58

Federer jogará em casa a Laver Cup de 2019

Foto: Divulgação

Chicago (EUA) - Em sua segunda edição, a Laver Cup mais uma vez empolgou o público que encheu o United Center nos três dias de competição. Em 2019 a competição irá para o país natal do suíço Roger Federer, um dos idealizadores do evento, sendo disputada na cidade de Genebra, e a partir de 2020 a ideia é levá-la para lugares que não costumam receber o tênis de alto nível.

“Ainda não sei quais são os planos para 2020, mas possivelmente o torneio deverá ir para fora dos Estados Unidos”, comentou Federer depois da vitória do Time Europa, lembrando que a sede da competição sempre se alterna, um ano disputada em solo europeu e depois em algum lugar ao redor do mundo.

“O objetivo é levar a Laver Cup a lugares onde normalmente não se pode ver tênis”, complementou o atual número 2 do mundo, que questionou a existência de duas competições entre nações, algo que acontecerá em 2020 com a criação da Copa do Mundo da ATP, concorrente da tradicional Copa Davis.

“Não sei se a Copa Davis e a Copa do Mundo de nações conseguirão conviver juntas no circuito. A Laver Cup é diferente, não representa nações e acontece toda em apenas três dia. Acho que os jogadores devem ser proativos a esses movimentos e consigam dizer o que querem e o que não querem jogar”, pontuou o tenista da Basileia.

Federer também agradeceu o público presente no United Center. “Foi um prazer disputar um torneio como esse em um lugar onde brilhou alguém como Michael Jordan, um de meus heróis. Senti também um compromisso grande dos jogadores, todos querendo muito vencer diante dos 20 mil espectadores”, falou o suíço.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis