Notícias | Dia a dia
ITF pode mudar regra olímpica e beneficiar Federer
28/09/2018 às 11h51

Londres (Inglaterra) - Impedido de participar dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro por causa de problemas no joelho, o suíço Roger Federer ainda não garantiu se irá tentar competir nos Jogos de 2020 em Tóquio, mas sua participação nas próximas Olimpíadas é especulada e já se tornou assunto até dentro da própria ITF.

Isso porque para poder disputar a competição olímpica todo tenista tem que disputar pelo menos três confrontos de Copa Davis nos últimos quatro anos. Mas nem tudo está perdido para o dono de 20 títulos de Grand Slam, que pode ver as mudanças na Davis também alterarem as regras da ITF para os Jogos Olímpicos.

Segundo informa o The Times nesta sexta-feira, a entidade que comanda o tênis mundial considera retirar seus rigorosos critérios de elegibilidade olímpica, ajudando assim Federer a entrar em Tóquio 2020, onde buscará uma inédita medalha de ouro em simples, algo que já conseguiu nas duplas ao lado de Stan Wawrinka em Pequim 2008.

“Não posso falar em nome da ITF, mas pelo que sei nós estamos estudando uma proposta e já falamos com a equipe de Roger. Eles não podem me assegurar que ele vá voltar a jogar a Copa Davis novamente, mas alguém como ele merece estar nos Jogos Olímpicos e nos próximos meses vamos decidir isso", disse David Haggerty, o presidente da ITF.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis