Notícias | Dia a dia
Após encerrar ano, Murray diz ter ambições maiores
30/09/2018 às 10h51

Shenzhen (China) - Eliminado nas quartas de final do ATP 250 de Shenzhen, o britânico Andy Murray anunciou, logo após sua derrota para o espanhol Fernando Verdasco, que também havia sido seu algoz no último US Open, que não irá disputar o ATP 500 de Pequim, encerrando assim bem mais cedo sua temporada.

Ex-número 1 do mundo, o escocês fez uma avaliação positiva de seu desempenho na última semana e garantiu que espera conseguir fazer mais do que tem feito ultimamente. “Foram mais três partidas e isso foi positivo”, comentou Murray sobre sua campanha no torneio chinês.

“Claro que gostaria de jogar melhor do que fiz, tenho ambições maiores do que parar nas quartas de final e quero ir melhor nestes eventos. Preciso de mais tempo treinando em quadra e na academia para ficar mais robusto fisicamente e alcançar uma melhor forma”, afirmou o atual 311 do mundo.

Murray disputou apenas seis torneios em 2018 e somou nada mais do que oito vitórias contra quatro derrotas. Seu melhor resultado foi chegar às quartas do ATP 500 de Washington, onde conseguiu sua maior sequência de triunfos, batendo Mackenzie McDonald, Kyle Edmund e Marius Copil.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis