Notícias | Dia a dia
Wild destaca a importância do apoio da torcida
01/10/2018 às 23h05

Wild precisou de três sets para superar a estreia

Foto: João Pires/Fotojump
Felipe Priante

Campinas (SP) - A torcida para o paranaense Thiago Wild em sua estreia no challenger de Campinas foi um fator importante para a vitória do atual campeão juvenil do US Open, que teve pela frente o boliviano Hugo Dellien, 105º do mundo e cabeça de chave número 3, vencendo em batalha de três sets e 2h01 de confronto.

"Jogar com a torcida a favor é sempre bom, independentemente de onde eu esteja ou de como esteja a partida, é sempre uma motivação a mais. Eles me receberam muito bem, fizeram bastante barulho e esperava a torcida a meu favor, mas não tanto", disse o tenista de apenas 18 anos.

Questionado sobre o porquê da surpresa, Wild se explicou. "Consigo fazer umas proezas de trazer a torcida do Brasil contra mim. Esse ano em São José do Rio Preto eu xinguei alguém da torcida ou algo do gênero, por causa de barulho e de ficar caminhando no meio dos pontos, e fiz a torcida inteira apoiar um argentino por 2h30. Acabei ganhando o jogo, mas foi isso".

O bom momento e a confiança em alta também ajudaram bastante em quadra. "Consegui muitas bolas vencedoras incríveis e acertei algumas bolas que precisava forçar por causa do meu estado mental. As subidas à rede também foram importantes, consegui alguns pontos cruciais fazendo isso", analisou.

"Não sei com quem eu jogo (na próxima rodada), mas vou manter minha rotina", finalizou o paranaense, que aguarda o vencedor da partida entre o paulista João 'Feijão' Souza, que veio do qualificatório, e o italiano Fabrizio Ornato.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis