Notícias | Dia a dia
Djokovic: 'Não desisti da Laver em respeito a Federer'
05/10/2018 às 09h56

Djokovic e Federer jogaram juntos na Laver Cup

Foto: Arquivo

Xangai (China) - O calendário do sérvio Novak Djokovic poderia ser diferente caso ele tivesse desistido de participar da Laver Cup, possivelmente contando com dois torneios na Ásia, o ATP 500 de Pequim e o Masters 1000 de Xangai, que poderiam levá-lo já de volta ao topo do ranking no fim da próxima semana.

Contudo, a figura do suíço Roger Federer foi fundamental na escolha do sérvio. “Não queria desistir da Laver Cup em respeito a Federer e não me arrependo disso. Foi uma ótima experiência, é um conceito único de torneio”, comentou Djokovic, que jogou duplas ao lado do dono de 20 títulos de Grand Slam no torneio disputado neste ano em Chicago.

“Costumava jogar Pequim e Xangai na sequência, mas como disputei muitas partidas nos últimos três meses, precisava de um pouco de descanso depois do US Open, até porque logo em seguida veio a Laver Cup em Chicago e tudo isso me deixou exausto”, explicou o tenista de Belgrado, que passou as últimas semanas em sua terra natal treinando para o fim da temporada.

“Precisava ficar um pouco na Sérvia com minha família, pois não é sempre que tenho essa oportunidade. Queria jogar Pequim, pois assim eu teria chance de retomar a liderança do ranking em Xangai, mas minha equipe me aconselhou a não ir”, comentou o atual número 3 do mundo, que poderia assumir a ponta com um vice em Pequim e o título em Xangai.

De qualquer forma, ‘Nole’ tem boas chances de sair da temporada asiática como o segundo melhor do mundo e bem perto do atual líder, o espanhol Rafael Nadal. Como não tem ponto algum a defender até o fim do ano, ele é o principal concorrente do canhoto de Mallorca na disputa pelo topo do ranking da ATP.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis