Notícias | Dia a dia
Federer afirma que revés era seu golpe mais fraco
05/10/2018 às 14h44

Basileia (Suíça) - Considerado um dos golpes mais bonitos do circuito, o backhand do suíço Roger Federer é também onde ele às vezes acaba sofrendo um pouco diante de alguns adversários. O próprio tenista da Basileia reconhece isso e lembra que no começo de carreira era ainda pior, mas que muito treino fez com que ele melhorasse bastante o revés no decorrer dos anos.

“O backhand é definitivamente meu tiro mais fraco. Mas eu melhorei porque todo mundo sempre explorava isso no meu jogo. Precisei evoluir o revés e acho que o jogo de pés foi uma coisa que me ajudou muito. Desde que acertei melhor essa combinação, meu bakhand passou a ser um golpe muito melhor, especialmente nas passadas”, disse Federer em matéria da Tennis World.

O suíço explicou que a experiência de circuito e com os treinadores que teve ao decorrer da carreira foram ajudando para que ele encontrasse um melhor equilíbrio dentro de quadra. “Costumava ser muito mais agressivo quando era mais novo e quando entrei no circuito corria muitos riscos em todos os âmbitos do meu jogo”, avaliou o ex-número 1 do mundo.

“Também ia muito mais à rede, mas entendi melhor como deveria jogar pegando conselhos com os técnicos que tive. Eu me sinto confortável com o meu tênis atual”, complementou o terceiro melhor do ranking atual e dono de 20 títulos de Grand Slam, recorde de conquistas entre os homens.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis