Notícias | Dia a dia
Djokovic: 'Estou bem perto de meu melhor nível'
09/10/2018 às 15h58

Djokovic irá rever um de seus algozes do ano em Slam

Foto: Divulgação

Xangai (China) - Campeão dos dois últimos Grand Slam da temporada, o sérvio Novak Djokovic iniciou nesta terça-feira sua campanha no Masters 1000 de Xangai com uma firme vitória para cima do francês Jeremy Chardy, seu freguês no circuito, contra quem jogou 12 vezes e venceu todas, sempre em sets diretos.

Após seu primeiro jogo em solo chinês, Djokovic comemorou o bom momento e disse estar bem perto do que pode oferecer de melhor. “Estou muito contente de jogar a um nível tão alto, acho que estou bem perto de meu melhor nível e sigo melhorando a cada dia. Sempre posso me esforçar mais para continuar evoluindo”, analisou o atual número 3 do mundo.

Na próxima rodada ele terá pela frente ou o italiano Marco Cecchinato ou o sul-coreano Hyeon Chung. “Ambos me venceram na última vez que nos enfrentamos, mas acredito ser um jogador completamente diferente neste momento da temporada e por isso espero também que o resultado seja diferente”, comentou.

Curiosamente, Cecchinato e Chung foram os algozes do sérvio nos dois primeiros Slam da temporada. O sul-coreano bateu ‘Nole’ no Australian Open, enquanto o italiano surpreendeu e levou a melhor no saibro de Roland Garros.

“Não venci muitas partidas no começo do ano, só que quanto mais você ganha mais a confiança aumenta e isso irá ajudar na hora desse confronto”, garantiu Djokovic, que aposta na grande fase para conseguir um resultado diferente dessa vez contra rivais que já o venceram em 2018.

O sérvio também falou um pouco sobre como está sentindo as quadras em Xangai e destacou a rapidez do piso usado. “Neste ano a velocidade da quadra central e das quadras secundárias está mais rápida do que em qualquer outro ano que estive aqui”, finalizou o tenista de Belgrado, que tem tudo para sair do evento como o novo número 2 do mundo.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis