Notícias | Dia a dia
Às vésperas do Finals, Kerber rompe com técnico
16/10/2018 às 15h10

Kerber trabalhou com Wim Fissette durante uma temporada

Foto: Arquivo

Monte Carlo (Mônaco) - Menos de uma semana antes do início do WTA Finals, que começa no próximo domingo, Angelique Kerber fará uma mudança drástica em sua equipe. A número 3 do mundo encerrou nesta terça-feira a relação profissional com o treinador Wim Fissette, que a acompanha desde a pré-temporada.

"Apesar da bem sucedida cooperação desde o início da temporada, este é um passo necessário devido às diferenças de opinião a respeito do futuro da parceria", divulgou a equipe de comunicação da alemã, por meio de um comunicado.

"Gostaríamos de agradecer a Wim Fissette por seu profissionalismo e comprometimento, que foram fundamentais para o cumprimento dos objetivos da temporada. Menções especiais para o título de Wimbledon e volta ao top 3 do ranking mundial", acrescenta a nota.

Kerber teve 45 vitórias e 17 derrotas na temporada. Além da conquista de seu terceiro Grand Slam da carreira em Wimbledon, a experiente alemã de 30 anos também foi campeã em Sydney e semifinalista do Australian Open. Depois de ter ocupado o 22º lugar do ranking em janeiro, depois de um 2017 muito aquém de suas expectativas, ela retomou o alto nível e novamente terminará um ano entre as dez melhroes do mundo.

Fissette foi o substituto do treinador Torben Beltz, que acompanhou Kerber em três diferentes passagens da carreira profissional da jogadora e levou a canhota alemã aos dois primeiros títulos de Grand Slam, o Australian Open e o US Open de 2016, e também à liderança do ranking mundial. Não foi definido ainda quem irá acompanhar Kerber durante o Finals, mas é provável que seja feita apenas uma colaboração pontual. Isso porque a equipe da alemã pretende anunciar o nome de um treinador de tempo integral após o torneio em Cingapura.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis