Notícias | Dia a dia
Svitolina marca segunda vitória e fica perto da semi
23/10/2018 às 13h38

Apesar das duas vitórias, Svitolina ainda não está classificada

Foto: Divulgação

Cingapura (Cingapura) - Em seu segundo compromisso pelo WTA Finals, Elina Svitolina marcou mais uma vitória em Cingapura e assumiu a liderança do Grupo Branco da competição. A ucraniana, número 7 do mundo, ficou mais perto de uma vaga na semifinal depois de superar a oitava colocada tcheca Karolina Pliskova por 6/3, 2/6 e 6/3 em 1h54 de partida.

Embora já tenha duas vitórias no Finals, Svitolina ainda não está matematicamente classificada. Ela precisaria vencer em sets diretos nesta segunda-feira para antecipar a vaga na semi. A ucraniana enfrentará Caroline Wozniacki na próxima quinta-feira às 8h30 (de Brasília) e pode até já entrar em quadra classificada, caso Petra Kvitova derrote Karolina Pliskova no jogo das 5h.

Esta foi apenas a terceira vitória de Svitolina em oito jogos diante de Pliskova, e também foi a segunda seguida, já que a ucraniana também havia vencido na primeira semana da temporada em Brisbane. Ainda que Pliskova tenha liderado a estatística de winners por 33 a 29, a tcheca também cometeu 28 erros não-forçados contra apenas 18 da rival.

Ainda que Pliskova tenha criado oito oportunidades de quebra durante o primeiro set, sendo seis em um game de 15 minutos, a tcheca não aproveitou nenhum dos break points que teve ao longo da parcial. Para piorar a situação, um game muito ruim da ex-número 1, que cometeu quatro erros não-forçados, permitiu que Svitolina obtivesse a única quebra do set.

O saque de Pliskova fez a diferença no segundo set. A tcheca só perdeu quatro pontos em seus games de serviço durante a parcial, sendo apenas um quando colocou o primeiro serviço em quadra. Com um jogo mais agressivo, a ex-líder do ranking pressionou a adversária já nas devoluções e conseguiu duas quebras.

Entretanto, Pliskova não colocou tantos primeiros serviços em quadra no último set, já que seu aproveitamento caiu de 71% para 61%, e ficou mais vulnerável à adversária, que fazia um jogo muito firme do fundo de quadra. Svitolina conseguiu duas quebras seguidas para abrir 4/0. Ainda que a ucraniana tenha perdido parte da vantagem, ela nunca perdeu a liderança da partida e voltaria a quebrar no nono game da parcial.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis