Notícias | Dia a dia
Strycova recebe ameaças de morte de fãs de Serena
07/11/2018 às 11h22

Praga (República Tcheca) - Uma das críticas mais contundentes após o episódio envolvendo a norte-americana Serena Williams e o árbitro português Carlos Ramos na final feminina do US Open veio da tcheca Barbora Strycova, que chamou de 'estupidez' o sexismo apontado pela ex-número 1 do mundo.

“É normal recebermos mensagens de apostadores depois de uma partida, eles nos escrevem dizendo que os devemos dinheiro. Mas ultimamente têm chegado algumas mensagens ameaçadoras por parte de fãs de Serena. Algumas delas diziam que iriam me matar”, falou Strycova para o Ubitennis.

Dias após a confusão na decisão do US Open, a tcheca de 32 anos se posicionou firmemente contra Serena e a favor do juiz. “Minha opinião é que o juiz seguiu as regras e fez o correto. Dizer que Serena lutou pelos direitos de todas a mulheres é estupidez. Os juízes de cadeira não levam em consideração o gênero dos atletas”, afirmou.

“Penso que o tênis é um esporte individual, no qual o jogador deva solucionar seus problemas sozinho dentro de quadra. Pessoalmente, sou uma jogadora que recebe muitas advertências e por isso falo com propriedade dessa experiência. Carlos agiu de acordo com o regulamento”, complementou a atual 33 do mundo.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis