Notícias | Dia a dia | ATP Finals
ATP Finals é torneio nêmesis na carreira de Nadal
08/11/2018 às 08h57

Nadal coleciona desistências e resultados abaixo da média

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Embora seja um dos maiores nomes da história do tênis, o espanhol Rafael Nadal não tem um histórico igualmente vencedor quando o assunto é o ATP Finals, torneio no qual coleciona não apenas resultados abaixo da média, mas também uma série de ausências durante seus anos no circuito.

A ausência de 2018 será a quinta da carreira do canhoto de Mallorca, que se classificou também para as edições de 2008, 2012, 2014 e 2016, mas acabou não conseguindo jogar por causa de lesão. Além disso, no ano passado ele disputou apenas uma partida e acabou largando a disputa no meio novamente por problemas físicos.

Dos integrantes do ‘Big Four’, o espanhol é o único que ainda não conseguiu levantar a taça do Finals. O suíço Roger Federer já venceu o torneio seis vezes, o sérvio Novak Djokovic tem cinco conquistas e o britânico Andy Murray conseguiu faturar ao menos um troféu.

O desempenho de Nadal na competição também deixa um pouco a desejar se comparado aos maiores rivais. Federer tem 80% de aproveitamento no evento que reúne os oito melhores da temporada, Djokovic tem 74% e Murray tem 59%, enquanto o espanhol não passa de 55%, somando 16 vitórias e 13 derrotas.

Em suas oito participações, o atual número 2 do mundo tem o mesmo número de finais e de eliminações no evento. Ele foi vice-campeão nos anos de 2010 e 2013, caindo na fase de grupos em 2011 e 2009, esta última com três derrotas. Isso sem contar que perdeu a primeira no ano passado e abandonou a competição em seguida com dores no joelho.

Comentários