Notícias | Dia a dia
Monteiro leva dura virada, Demoliner faz semifinal
08/11/2018 às 23h51

Demoliner e parceiro equatoriano venceram com facilidade

Foto: Arquivo

Montevidéu (Uruguai) - O canhoto Thiago Monteiro perdeu mais uma grande oportunidade de somar pontos e buscar a volta ao top 100 do ranking. Ele levou amarga virada na segunda rodada e foi eliminado do challenger de US$ 50 mil sobre o saibro uruguaio. Cabeça 5 da semana, ele parou diante do local Martin Cuevas em longo duelo e com parciais de 4/6, 7/5 e 7/5.

Embora tenha colocado apenas 50% de primeiros serviços em quadra durante o set inicial, Monteiro foi pouquíssimo ameaçado e só perdeu quatro pontos em seus games de saque. O cearense explorou o backhand do adversário, além de pressionar o segundo saque do uruguaio para criar duas chances de quebra e aproveitar uma delas.

Cuevas foi o primeiro a quebrar no segundo set e liderou por 4/1. O uruguaio vinha firme no saque e só perdeu dois pontos em seus quatro primeiros games de saque na parcial, mas perdeu a chance de sacar para fechar quando já vencia por 5/3. Antes de buscar o empate, Monteiro salvou um set point em seu saque. Dois games mais tarde, o cearense jogou praticamente sem primeiro serviço, levou dois winners, fez uma dupla-falta e foi novamente quebrado.

A perda de um set e o ambiente desfavorável diante da torcida uruguaia não intimidaram Monteiro, que conseguiu uma quebra logo na abertura do terceiro set. A vantagem poderia ser ainda maior se o cearense não tivesse perdido dois break points no terceiro game. O número 1 do Brasil vinha confirmando seus games sem riscos e chegou ao match point no saque do adversário quando liderava por 5/3.

Cuevas conseguiu impor um tênis agressivo para escapar da derrota naquele momento e ganhou confiança. Ainda assim, o cearense teve teve saque com 5/4 para liquidar a partida, porém escolheu mal as jogadas. Inseguro, o canhoto de Fortaleza diante de sucessivos erros nos três games seguintes.

Demoliner avança nas duplas
O gaúcho Marcelo Demoliner é semifinalista na chave de duplas do challenger de Montevidéu. Nesta quinta-feira, Demoliner e o equatoriano Gonzalo Escobar venceram os italianos Federico Gaio e Paolo Lorenzi por duplo 6/1.

Demoliner e Escobar são os principais favoritos no saibro da capital uruguai. Em busca de um lugar na final do torneio de US$ 75 mil, eles enfrentam a parceria argentina formada por Guido Andreozzi e Guillermo Duran, cabeças de chave número 3 da competição.

Atual número 76 do mundo no ranking de duplas, Demoliner atingiu sua melhor marca em novembro do ano passado, quando foi o 34º colocado. Em 2018, o gaúcho de 29 anos conquistou seu primeiro título de ATP na grama de Antalya, na Turquia, e também foi finalista no piso duro da Antuérpia. Em torneios challenger, conquistou um título em Barcelona.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis