Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Anderson garante que melhor tênis está ainda por vir
12/11/2018 às 14h27

Anderson aposta que ainda pode evoluir

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Estreante em ATP Finals já com seus 32 anos, o sul-africano Kevin Anderson não vê a idade como um empecilho neste momento e aposta que possa seguir evoluindo. Neste domingo ele teve uma ótima estreia na competição e logo em sua estreia ele conseguiu vencer o austríaco Dominic Thiem em sets diretos.

“Acredito que, no geral, tive um bom começo de partida e isso me ajudou muito. No primeiro set consegui pressioná-lo no começo e o resto foi bastante equilibrado. Sempre temos jogos muito parelhos, mas sei bem como enfrentá-lo”, analisou o atual número 6 do mundo, que anotou sua sétima vitória em nove encontros com o austríaco.

“Alguns anos atrás, em Paris, tive que salvar um match-point contra ele e no ano passado, em Washington, estava duas quebras atrás no terceiro set e fui buscar”, lembrou o sul-africano, dando exemplos de dois jogos complicados que teve contra Thiem.

O veterano tenista aposta que ainda irá melhorar e acredita que poderá conseguir ir mais longe do que já foi até então. “Durante minha carreira sempre tentei buscar formas de evoluir, tanto dentro como fora de quadra. Acredito que as margens sejam bem menores hoje em dia, mas ainda posso melhorar”, comentou Anderson.

“Estou orgulhoso por ter chegado até aqui com meu trabalho e acredito que meu melhor tênis ainda está por vir. para isso preciso trabalhar muito mais, pois a cada passo que dou o próximo fica ainda mais difícil. Mas acredito que posso seguir melhorando”, finalizou o sul-africano, que volta às quadras nesta terça-feira para encarar o japonês Kei Nishikori em duelo de vencedores.

Comentários