Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Após sucesso na semi, Djokovic deve repetir tática
18/11/2018 às 10h04

Sérvio exerceu muita pressão nos games de saque de Anderson

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Garantido na decisão do ATP Finals pela sétima vez na carreira, Novak Djokovic comemorou o desempenho que teve na tranquila vitória da semifinal contra Kevin Anderson. O número 1 do mundo classificou a atuação diante do sul-africano como a melhor na semana e espera repetir estratégia e desempenho para a final deste domingo. Em busca do sexto título no torneio, o sérvio encara o alemão Alexander Zverev às 16h (de Brasília) deste domingo.

"Acho que foi o melhor jogo que eu fiz nesta semana. Senti que eu tinha o ritmo em todos os momentos, disse Djokovic, que marcou um duplo 6/2 sobre Anderson, em jogo que durou apenas 1h15. "Kevin também estava jogando um ótimo tênis, mas sofrer uma quebra logo no primeiro game fez uma grande diferença".

Um dos segredos para a tranquila vitória foi pressionar o segundo saque do sul-africano. Nessas condições, Djokovic 20 pontos em 27 disputados. "Ele trabalhou duro durante a partida, mas sua percentagem de primeiros serviços em quadra (55%) foi muito baixa. Então eu tentei ganhar tantos pontos quanto possível com seu segundo saque e para colocar o máximo de pressão a cada vez que ele ia sacar".

Assim como na semifinal contra Anderson, Djokovic enfrentará mais um grande sacador. Por isso, o sérvio tentará repetir a pressão nos games de serviço do jovem alemão de 21 anos e número 5 do mundo. "Sabemos que ele saca muito bem, por isso vou ter uma tática semelhante à desta noite, tentando devolver muitos primeiros serviços e depois lutar contra cada ponto".

Djokovic lidera o retrospecto contra Zverev por 2 a 1. Os dois estavam no mesmo grupo do Finals e se enfrentaram na última quarta-feira, com vitória sérvia em sets diretos. "Joguei muito bem na partida que tivemos na fase de grupos há poucos dias, embora também devamos dizer que ele estava longe do seu melhor nível", avaliou. "Assisti aos dois últimos jogos dele e vi o quanto ele melhorou. Hoje contra Roger [Federer] ele conseguiu uma tremenda vitória"

Ainda sem ter o serviço quebrado no torneio, Djokovic só enfrentou dois break points ao longo de quatro partidas disputadas. Além disso, o sérvio vem perdendo pouquíssimos pontos nos games de serviço nos dois últimos jogos, cinco contra Marin Cilic e sete contra Kevin Anderson. No último sábado, diante de um dos melhores sacadores do circuito, o líder do ranking fez até mais aces, 6 a 4.

"É provavelmente uma das minhas melhores semanas no saque. Não é normal para mim terminar este jogo com mais aces do que Kevin. É uma estatística que, claro, dá bastante confiança. Para mim ainda é um trabalho em progresso, mas estou contente que meus oponentes sintam que estou realmente melhorando, já que eu nem sempre me sinto confortável com o saque".

Comentários