Notícias | Dia a dia
Nadal termina 2018 como melhor devolvedor da ATP
30/11/2018 às 09h53

Nadal lidera quase todas as estatísticas de devolução

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Além de ter sido o jogador com melhor aproveitamento da temporada, vencendo 91,8% das partidas que disputou, o espanhol Rafael Nadal também foi o tenista que melhor devolveu no circuito neste ano. Ele lidera a classificação da ATP de devolvedores com 174,4 pontos e uma boa folga para o segundo colocado, o belga David Goffin, que tem 163,1 pontos.

Das quatro estatísticas computadas - % de devolução nos primeiros serviços, % de devolução nos segundos serviços, % de games de devolução vencidos e % de breakpoints vencidos - o canhoto de Mallorca só não lidera na última, em que aparece na quarta colocação.

Nadal venceu 35,7% dos pontos disputados nos primeiros saques de seus rivais, ficando à frente do sérvio Novak Djokovic (34,4%), do bósnio Damir Dzumhur (32,6), do belga David Goffin (32,5%) e do alemão Alexander Zverev (32,4%).

Com a segunda bola, os números do espanhol saltam para mais da metade, faturando 56,6% dos pontos nos serviços dos oponentes. O segundo colocado desta lista é o argentino Diego Schwartzman (55,8%), seguido por Djokovic (54,5%), pelo francês Gilles Simon (54,3%) e por Goffin (54,1%).

O espanhol também lidera com folga o aproveitamento de games vencidos nos saques dos rivais, com 36,5%. Schwartzman novamente é o segundo, mas vem bem atrás com 30,7%. Depois dele aparecem Goffin (30,5%), Djokovic (30,3%) e o italiano Fabio Fognini (29,4%).

Somente nos breakpoints convertidos é que Nadal não aparece no topo da lista, que tem a inesperada presença do eslovaco Martin Klizan, que converteu 48,5% dos breaks que teve no ano. O segundo é o francês Gael Monfils (46,4%) e o terceiro Goffin (46%). O canhoto de Mallorca vem em seguida com 45,6% e o francês Adrian Mannarino fecha o top 5 com o mesmo número.

De acordo com a estatística da ATP, Djokovic foi o quinto melhor devolvedor da temporada e o suíço Roger Federer aparece bem mais embaixo, apenas no 24º lugar. Quarto melhor do mundo, Zverev ficou em oitavo nas devoluções e o argentino Juan Martin del Potro, número 5 do mundo, foi o 20º nesta estatística.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis