Notícias | Dia a dia
Rusedski vê longo caminho para Murray em 2019
02/12/2018 às 18h03

Murray sofreu para recobrar o ritmo em 2018

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Ex-número 4 do mundo, o britânico Greg Rusedski comentou sobre o atual momento do compatriota Andy Murray no circuito. Em entrevista para o Tennis 365, ele falou que o principal para o tenista de 31 anos será conseguir se manter saudável e jogar seguidamente, para assim pegar ritmo de jogo.

“Ele ficou afastado do circuito por muito tempo e isso deixou mais difícil a sua caminhada para retomar o nível que já o vimos desempenhar”, observou Rusedski. “Para Andy ter sucesso, ele precisa conseguir jogar uma semana atrás da outra para reencontrar o se momento. Quem sabe assim ele consiga voltar ao topo de seu jogo em 2019”, complementou.

Murray realmente teve dificuldades em conseguir uma boa sequência neste ano que passou. Depois de operar o quadril, ele só voltou às quadras em junho e acabou disputando apenas seis torneios, somando sete vitórias e seis derrotas na temporada. Sua melhor sequência veio em Washington, com três triunfos, parando nas quartas de final.

Rusedski mostrou que não é apenas o escocês, atual 259 do mundo, que sofre para voltar a um bom nível. “Você olha para caras como Stan Wawrinka, que voltou de cirurgia no joelho, e vê que conseguiu boas vitórias, mas não há consistência, pois não consegue jogar no mesmo nível semana após semana”, analisou o britânico.

Assim como Andy, Stan também sofreu após o retorno de lesão. Ele perdeu a segunda metade de 2017 por causa do joelho, que acabou operado, e nesta temporada que se encerrou conquistou 17 vitórias, sofrendo as mesmas 17 derrotas. O suíço alcançou duas semifinais, nos ATP 250 de São Petersburgo e Sofia.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis